Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Para a maioria das mulheres (e alguns homens também), sexo e gestação não combinam. Um dos motivos para tal sentimento é que, desde sempre, muitos mitos sobre o sexo na gravidez nos amedrontam. Porém, o que muitas de nós não sabemos é que essa prática não causa dano algum ao bebê, ou à mãe. Muito pelo contrário: transar durante esses 9 meses de espera pode fazer maravilhas para sua saúde e seu relacionamento.

Sendo assim, juntamos aqui 5 razões pelas quais o sexo na gravidez não é apenas saudável, mas bastante prazeroso. Bora?

sexo na gravidez

1. Os orgasmos são melhores

Muitas mulheres grávidas experimentam mais orgasmos arrematadores durante a gravidez do que antes dela. A razão por trás disso é que a gestação aumenta a produção de dois hormônios importantíssimos no nosso organismo: estrogênio e progesterona. Com o aumento do estrogênio no corpo, há mais fluxo de sangue na área pélvica, o que torna a mulher mais sensível e excitada. Além disso, esse aumento de suprimento do sangue também faz com que os mamilos cresçam e suas terminações nervosas fiquem mais finais e sensíveis. Com uma sensibilidade tão elevada nessas áreas sensuais, as mulheres que praticam o sexo na gravidez podem alcançar um orgasmo até mais duradouro e intenso.

2. Os vínculos entre a mãe e o bebê, e entre o casal também, são fortalecidos

O sexo na gravidez provoca a liberação de endorfinas no corpo, que são substâncias que tornam tanto a mãe quanto o bebê mais felizes, reduzindo os níveis de estresse de ambos. Além disso, o sexo definitivamente garante melhor vínculo e intimidade entre os parceiros, pois aumenta, também, a produção de oxitocina, um hormônio responsável pelo apego e amor, o que ajuda, inclusive, no progresso da gravidez sem complicações e promete um trabalho de parto menos doloroso. Na verdade, é desse detalhe que vamos falar no próximo tópico:

3. O trabalho de parto e a sua recuperação ficam mais fáceis

Ter orgasmos (ainda mais durante o sexo na gravidez) aumenta as contrações no nosso assoalho pélvico, ajudando a fortalecer os músculos que precisamos para o trabalho de parto, e para a recuperação deste.

4. A imunidade aumenta

A gravidez é uma fase em que a imunidade da mulher fica baixa. Sendo assim, além de modificar a dieta e o estilo de vida para o bem da mãe e do bebê, fazer sexo na gravidez desempenha um papel importante na hora de aumentar a imunidade do corpo. Isso ocorre porque a relação sexual aumenta os níveis de anticorpos no corpo que estimulam a imunidade e livram a mãe de um resfriado ou gripe sazonal, coisas bem comuns de acontecerem durante a gestação.

5. Melhora a autoestima

sexo na gravidez

Com todas as mudanças que ocorrem durante a gravidez, é normal que muitas mulheres sintam que o corpo delas já não são (e nem ficarão) a mesma coisa. Sendo assim, ter relações sexuais nesse período pode ajudar a restaurar a confiança no próprio corpo e aumentar o amor próprio também. Se sentir desejada em qualquer condição (e se sentir sexy também) é extremamente importante para todas nós.

Mas.. como praticar sexo na gravidez se qualquer posição que fico é bastante desconfortável?

Bem, relaxa. Para isso, temos um textinho MARA aqui no Superela que fala bastante disso, e de muitas outras coisitas a más. Pra dar uma olhadinha para promover sua vida sexual na gravidez, é só clicar aqui.

No mais…

Aproveite, mamãe. Pode ter certeza de que seu corpo E o bebê irão agradecer!

Imagens: Hot milk Ever After


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more