Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

A princípio você não quer. Ele não faz teu estilo. É mais velho. É chato. Mas ele insiste, insiste e insiste. Te diz coisas bonitas, manda flores, poemas e letras de músicas. Ele é capaz de ficar um mês correndo atrás de você, implorando por uma chance. Diz que vai te fazer feliz, te proteger e te ensinar a ser uma pessoa melhor. E aí você dá uma chance, se apaixona, se entrega e pensa que tudo isso é recíproco. E é aí que tudo muda. Ele conseguiu o que tanto queria. Agora já não importa mais. Ele é abusivo.

marcos-emilly-abusivo

Sobre um relacionamento abusivo

A vontade de estar perto já não aparenta ser como era antes. O desejo também não. Ele te despreza, te chuta e incita brigas desnecessárias para, depois, colocar toda a culpa em você. Você? Ah, você é a louca, ciumenta, chata e possessiva. Ele? É o bom moço apaixonado que se enganou com a histérica.

Ele é mais velho e, por isso, se acha superior. É mais inteligente, mais educado, mais rico, mais esperto. Ele é tudo o que você poderia desejar. E você? Nada. Ele está apenas te fazendo um favor. Você deveria ser grata por ter alguém assim ao seu lado. É assim que ele te faz sentir. Menor. Insignificante. Você se abre com ele, desabafa, conta seus problemas. E depois ele joga tudo isso na sua cara.

Ninguém gosta de ti, só ele. Ou, talvez, nem ele. É tudo um favor do generoso homem.

Como ele é lindo, não? Não.

marcos-emilly-abusivo-2

Ele aponta o dedo na tua cara, grita e diz que nada do que você faz está certo. Qualidades? Não existem, você é um lixo. É ele quem realmente manda. Ou pelo menos é o que ele acha. Ele te corrige em público, te zoa em público, te diminui em público e pode até mesmo te humilhar na frente das pessoas mais queridas. Faz questão de te agarrar com força, e desrespeitar outras mulheres na sua frente. E, depois, ainda vem dizer que odeia mulher ciumenta. E você precisa sofrer calada.

Beber? Não pode. É feio. Uma menina de vinte anos, no auge na sua juventude? Não pode não, é mulher. Ele não permite. Mas vive bêbado em todas as festas e é você quem tem que cuidar.

Todo mundo vê, todo mundo comenta. Mas ninguém te estende a mão. “Ela apanha porque quer.” “Por que não termina? Burra.”

Ninguém entende como é difícil se desprender de algo que, um dia, já te deu a falsa sensação de amor. Ninguém entende a gravidade do apego psicológico. E isso é devastante.

Infelizmente, essa é a realidade de muitas mulheres no mundo que estão presas a relacionamentos abusivos.

O reality show, com o terrível relacionamento de Emilly e Marcos, retrata um pouquinho da vida real. É uma pequena amostra da crueldade humana. É uma amostrinha de um relacionamento extremamente abusivo, cruel e desesperador. E também de como, na maioria das vezes, o abusador permanece impune.

Imagem: Divulgação


O que você acha dessa situação? Responda na pergunta do Clube abaixo:

@ load more