Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Eu acredito que nós mulheres empreendedoras precisamos apoiar outras mulheres a serem empreendedoras (leia mais aqui). Talvez por acreditar tanto nisso, gosto tanto de ouvir e ler sobre outras mulheres que conquistaram seu espaço no mercado profissional. Desde muito cedo a maior inspiração da minha vida, que é a minha mãe, compartilhava as histórias de algumas.

Por amar ler, minha mãe me incentivou a ler sobre mulheres como Chiquinha Gonzaga, Clarice Lispector e muitas outras. Independente da área em que elas atuavam e onde se encontravam profissionalmente, suas lutas, fracassos, vitórias, barreiras e superações me serviam e ainda hoje me inspiram (veja mais algumas mulheres aqui).

Ao conhecer um pouco mais de cada uma, pego para minha vida lições importantes do que fazer, o que estudar, onde investir e principalmente como me preparar para fazer acontecer. Como sempre sonhei em ser uma empresária bem-sucedida e gerar renda para outras pessoas, fui ao longo da minha trajetória empresarial colecionando mulheres empreendedoras para me espelhar.

Me propus nesse texto falar sobre mulheres empreendedoras que para mim são uma verdadeira inspiração. Ah! Não tem uma ordem de importância e elas não são perfeitas. Longe disso. Mas elas são reais, assim como eu e você. Passaram por lutas e se reinventaram. Algumas delas podem ser figuras conhecidas, mas não tem problema, o que importa mesmo são as lições que suas vidas nos ensinam.

E se você quiser saber quem são essas mulheres empreendedoras e o que aprendi com elas é só seguir lendo. Se você acreditar que elas podem ajudar vocês também, então sigam elas pela vida (lendo e conhecendo mais suas histórias).

Mulheres empreendedoras que são uma inspiração:

1. Sheryl Sandberg

mulheres empreendedoras - 1

Chefe de operações do Facebook desde 2008, é uma intraempreendedora nata. Formada em economia, foi eleita em 2012 como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo da Revista Time e como a 10ª mulher mais poderosa pela Forbes. Devorei seu livro “Faça Acontecer” que trata sobre empoderamento feminino e a vontade de muitas de liderar. A frase que me inspirou e mostrou que estou no caminho certo foi “Além das barreiras externas levantadas pela sociedade, nós mulheres também somos tolhidas por barreiras dentro de nós mesmas”. Assim eliminar as barreiras emocionais minhas e das minhas clientes de coaching são a minha missão de vida.

2. Luiza Helena Trajano

mulheres empreendedoras - 2

Presidente do Magazine Luiza, a segunda maior rede varejista do Brasil com mais de 20 mil funcionários. Começou a trabalhar aos 12 anos para comprar os presentes de Natal que queria. Começou como vendedora e hoje levanta a bandeira sobre cotas para mulheres nos conselhos de administração. Assim como muitas profissionais de sucesso, precisa conciliar família e carreira. Aprendi que se ela que começou aos 12 anos conseguiu, eu que comecei a trabalhar aos 10 anos também sou capaz de equilibrar vida pessoal e profissional.

3. Viviane Senna

mulheres empreendedoras - 3

Criou o Instituto Infantil Ayrton Senna, sonho de seu irmão, que realiza pesquisas sobre o desenvolvimento da educação e aprendizagem. Fundou e preside o Fórum Nacional Todos pela Educação, um coletivo de líderes de todos os setores que, pressionando pela melhoria da qualidade da educação, se tornou o maior fórum nacional de debates e mobilização sobre o tema. Ela me ensinou que em meio a dor da perda, é preciso reunir forças para colocar um projeto em ação e assim honrar a quem se ama.

4. Kelly Beltrão

mulheres empreendedoras - 4

Jornalista e fundadora da KB Comunicação. Depois de ser demitida decidiu mudar para o Rio de Janeiro e recomeçar. Após enviar, em um mês, currículo para 100 lugares, conseguiu um trabalho. Mas após dois anos decidiu abrir sua própria agência e desbravar o mercado. Com coragem e determinação, essa brasiliense me ensinou que a persistência, jogo de cintura e um largo sorriso no rosto fazem a diferença. Com seu alto astral e os resultados de seu trabalho nos braços, parte em busca do que almeja.

5. Fabiola Pulga Molina

mulheres empreendedoras - 5

Atleta olímpica de natação, comentarista do SporTv e fundadora da Fabiola Molina Moda Esportiva e Moda Praia. Viu no seu desconforto com as roupas esportivas uma oportunidade de criar sua própria linha de roupas. Seu reconhecimento chegou com o fornecimento das roupas para os Jogos Olímpicos 2016. Sua história me ensinou que devemos ver uma oportunidade enquanto muitos veem problemas. Planejar e estudar continuamente para alcançar os resultados desejados.

6. Heloisa Helena “Zica” Assis

mulheres empreendedoras - 6

De empregada doméstica a fundadora do instituto Embeleze, essa carioca de uma família de 12 irmãos me empolga com sua história. Aos 9 anos já trabalhava e hoje tem uma equipe de mais de 1,5 mil funcionários do Instituto Beleza Natural. Sendo reconhecida em 2013 como uma das 10 mulheres mais poderosas do Brasil. Sua história me ensinou que o comprometimento com o resultado e a persistência são as chaves para o sucesso. Pois não tendo dinheiro para investir em seu sonho, junto com seu esposo comprometeram seu único bem e se lançaram no projeto que hoje é reconhecido internacionalmente.

7. Sônia Hess de Souza

mulheres empreendedoras - 7

Presidente da camisaria Dudalina, eleita em 2013, pela revista americana Forbes a sexta mulher de negócios mais poderosa do Brasil. Herdou de sua mãe Lina a sensibilidade para os negócios. Tudo começou com a compra de muitos tecidos por seu pai Duda para abastecer a venda da família. Sua mãe viu ali a oportunidade de fazer camisas e assim nasceu a Dudalina em 1957. Sônia trabalhou na empresa da família por 19 anos antes de chegar à presidência e desde criança destacou-se por seu talento com vendas. Me ensinou a nunca fugir de um desafio!

8. Regina Jordão

mulheres empreendedoras - 8

Ex-secretária deixou o emprego em 1996 e fundou o Instituto de Depilação Pello Menos, no Rio de Janeiro. 17 anos depois é uma das grandes redes de franquias do Brasil. Observando sua própria necessidade de um serviço profissional em um ambiente exclusivo, decidiu apostar na ideia e montar um negócio de depilação. Com ela aprendi que é preciso tomar conta de tudo pessoalmente, pois é o olhar do dono que faz toda a diferença.

9. Daniela Cruz Cunha

mulheres empreendedoras - 9

Sócia-fundadora da Vult Cosméticos que desde 2004 oferece produtos de qualidade e acessíveis ao consumidor. De origem humilde, aprendeu desde cedo a administrar o dinheiro. Com sua história de vida e trabalho, aprendi que a exposição pode gerar deslumbres, mas devemos sempre manter a simplicidade e controlar a vaidade. Fazer uma gestão ética e manter as portas abertas a todos.

10. Roberta Sudbrack

mulheres empreendedoras - 10

Essa carioca e empreendedora autodidata, chegou a comandar nada menos do que a cozinha do Palácio da Alvorada. Antes disso, ela vendeu cachorro-quente nas ruas em Brasília e, depois, estudou veterinária nos Estados Unidos, quando se apaixonou pela culinária. Sem terminar o curso, ela voltou para o Brasil e se entregou à nova profissão. Em 2015 foi eleita a melhor chef mulher da América Latina e seu restaurante tinha uma estrela no guia “Michelin”. Ela fechou as portas do seu restaurante no dia 30/12/2016, mas promete voltar com um novo modelo de restaurante. E eu estou aqui na torcida, ansiosa esperando o que vem por aí!

Você conhece mulheres empreendedoras que te inspiram? Então, conta pra gente aqui no Superela!

Imagem: Linkedin

@ load more