Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

“Hey, esse tal desse projeto aí não é pra contar coisas novas que você tá fazendo? Então vai lá, para de enrolar e traz alguma coisa legal pra gente”.

Calma jovem, o buraco é mais embaixo.

Eu sei que pra muita gente saltar de paraquedas, fazer rafting em uma noite de lua cheia, tomar o chá de Ayahuasca é algo novo. Mas pra mim o grande desafio está nas coisas simples do cotidiano. O que torna o negócio um pouco mais complicado.

Ninguém vai te deixar saltar de paraquedas sozinho pela primeira vez. Vai ter um instrutor lá grudado em você para o caso de você congelar e não conseguir puxar a corda. Para descer uma corredeira em um bote inflável você vai equipada de capacete, colete salva-vidas, remos e ainda conta com outros companheiros (que estão, literalmente, no mesmo barco que você). Você se prepara antes de tomar o Daime. Faz um detox, fica sem sexo, medita, tem um xamã pra te guiar no momento de iluminação.

Eu adoraria fazer essas coisas. Nossa, muito!

Mas para uma pessoa impulsiva como eu seria apenas uma questão de oportunidade e um orçamento preparado para viver essa aventura.

Rainha das roubadas

Eu já fui viajar sem passagem de volta para Buenos Aires, com as malas prontas para ficar uma semana ou pra viver uma vida inteira na cidade. Mas com duas semanas na capital portenha a minha grana acabou e eu tive que comprar uma passagem de ônibus de volta para São Paulo. E cheguei ao meu destino depois de 3 dias grudada no assento (bom, talvez eu precise de ajuda para questão do orçamento da aventura).

Eu terminei um casamento na véspera de Natal e me vi enfiando minhas malas dentro de um táxi chorando sozinha quando a maioria das pessoas estava assando o peru para a ceia.

Já viajei sozinha, já botei a mochila nas costas e saí sem rumo e já me permiti chegar em alguns lugares sem a menor ideia do fazer e sem nem ao menos saber onde ia passar a noite. Já contei com a sorte, com a ajuda de pessoas incríveis e, no final, tudo sempre acabava bem.

Imagem: Jplenio / Pixabay

Aventura não é exatamente um problema para mim. Já a rotina é uma questão mais problemática para uma pessoa com histórico de ansiedade e compulsão.

Você não tem um guru para bater na porta da sua casa todos os dias e falar “Oh, levanta da cama e vai correr”, “Mocinha, você não falou que ia começar a comer direito essa semana?”, “Gata, não era só uma tacinha de vinho?”.

Você está sozinha para lidar com as tarefas simples do cotidiano e não tem ninguém pra puxar a sua cordinha da vida. E quando você tem um padrão de comportamento nocivo, romper com tudo o que você está acostumado a fazer é uma TRETA diária.

“Ah, mas com um pouco de disciplina você consegue”.

Que gracinha você é tentando convencer a mente ansiosa de que ela só precisa de concentração. Por dentro, ela está reproduzindo O Grito, do Munch, porque você está querendo mexer na única coisa que ela sabe fazer. Que basicamente é: se desesperar, achar que não vai dar certo, que você é um caso perdido e… bora tomar uma no bar.

Não tem nada a ver com não ter força de vontade ou autocontrole

Depois de uma estante cheia de livros de autoajuda, frases de efeito, conversas intermináveis e muita análise, você descobre que todo excesso esconde um vazio. Olha aí, a frase clichê que não pode faltar nos meus textos. Você não elimina os sintomas sem tratar a raiz do problema. E a raiz do problema às vezes está tão profunda que você acha que nunca vai conseguir chegar lá.

É um caminho de tentativas constantes, de achar que tá tudo bem e de repente ter uma recaída BRAVA. De cair, levantar e começar de novo. 1, 2… 200 vezes.

Mas uma coisa é certa. Quando você persegue algo com tanta vontade, uma hora acaba dando de cara com aquilo que deseja. Podem até dizer que é sorte, mágica ou destino. Mas só você sabe tudo o que teve que enfrentar para ficar cara a cara com o seu pote de ouro no final do arco-íris.

A única questão é: você está pronto para abri-lo?

Leia todos os textos desse projeto aqui!

Imagem: Pixabay

@ load more