Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

O texto que eu escrevo aqui serve para qualquer pessoa, mas especialmente para mulheres cis, que estão propensas a caírem em situações de dependência, emocional, financeira e psicológica tendo em vista o contexto e a cultura em que vivemos.

Sei que nem sempre é possível evitar, mas mulheres, não se deixem depender de ninguém. Em qualquer oportunidade de empoderamento, empodere-se!

Agarre com todas as suas força essa liberdade e não deixe que ninguém a tire de você.

Se alguém te encontrou em uma situação vulnerável e te ofereceu condições de sair dela, você não precisa passar a depender daquela pessoa como forma de agradecimento.

Sei que muitas vezes fazemos isso de forma inconsciente, nos apegamos e quando vemos não conseguimos mais enxergar a nossa vida sem aquela pessoa, ou sem aquilo que ela nos proporciona, mas pense que, de qualquer forma, nada garante que aquela pessoa vai permanecer na sua vida até os fins de seus dias. E o que você vai fazer? Se tornar vulnerável de novo até encontrar alguém que te tire dessa situação e repetir o ciclo?

Em primeiro lugar tente você mesma sair das situações sem precisar de ninguém, mas caso encontre alguém no caminho, que esse alguém te puxe pela mão para que vocês andem lado a lado, e não para que esse alguém seja suas muletas.

A questão aqui é que sempre fomos acostumadas a depender, a sermos submissas, obedientes. Até mesmo por uma questão da posição que ocupamos na pirâmide social, que nos fazer seguir automaticamente sempre esse padrão, pois foi assim que vimos nossas mães, avós e tataravós agirem.

Precisamos quebrar essa corrente, a corrente da dependência. Mulheres são tão fortes, desde os primórdios enfrentamos coisas desumanas e seguimos fortes, passando essa mensagem para futuras gerações. Vamos nos agarrar à corrente da força e da perseverança.

É muito melhor que a vida nos ensine a ser fortes pela dor, do que, que alguém enfrente tudo por nós mas controle nossas vidas. Mulheres vamos ser livres e donas de nós mesmas, nós podemos mais do que imaginamos.

Aqui vão alguns lembretes para que você nunca passe a depender de outra pessoa:

  1. A sua felicidade não depende de outro alguém, pois se depender não é felicidade real, é dependência.
  2. Você é forte e pode enfrentar coisas que imagina que jamais suportaria. Não se subestime!
  3. Você pode fazer a diferença no mundo e não é porque a maioria das mulheres ao nosso redor não possui cargo tão importantes quanto aos dos homens e que não podemos mudar isso. Confie no seu potencial e lute para ser destaque.
  4. Ninguém pode mandar no seu corpo e nem nas suas vontades, e nada deve ficar acima delas. Se imponha para que não se torne um hábito ceder e dizer sim para tudo.
  5. Não é porque você virou mãe que sua vida acabou, que você tem que abandonar seus sonhos, ou viver só para seu(s) filho(os). E lembre-se que a responsabilidade não é só sua.
  6. Você pode empreender, se reinventar, começar do zero, recomeçar, você pode ter seu próprio negócio. Por mais difícil que seja acredite que você pode conquistar o que quiser, nem que comece lá de baixo. Perseverança!
  7.  Estar fora dos padrões de beleza, não significa que você seja menos interessante. Se alguém não te quiser porque você está fora desses padrões, você não está perdendo nada com isso. Ser interessante não tem nada a ver com o externo. Se ame!
  8. Não deixe ninguém te fazer acreditar que se você terminar um relacionamento abusivo, nunca mais encontrará alguém tão perfeito. Ninguém é perfeito e todo mundo é substituível, isso pode doer ou confortar, mas com o tempo a gente se acostuma a viver sem alguém.
  9. Seu corpo suas regras. Não deixe ninguém encostar em você sem sua permissão, seja na hora do prazer ou da raiva, isso seria te violar. Você faz o que quiser com seu corpo, mas os outros só fazem com o seu copo o que você quiser que eles façam.
  10. Nunca perca a esperança de ser feliz não importa se o momento que você está passando seja nebuloso. Lembre-se que depois da tempestade sempre vem o sol raiando. Clichê, né? Mas assim é a vida.

Aprenda com as quedas da vida e nunca perca a esperança de ter a vida que você sempre sonhou.

Imagem: Freepik

@ load more