Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Fala sério: essa é uma dúvida mega comum entre nós, né? É tão difícil entender porque homens gozam com tanta facilidade e a gente não! Bem… acontece que MUITO disso vem da falta de conhecimento que temos sobre o nosso corpo, e de um certo pudorzinho com relação ao sexo que criamos ao longo do tempo.

Acontece que demorou muito para que nós começássemos a explorar nossa sexualidade dum jeito bacana. Hoje, temos orgulho de falar, por exemplo, que a maioria de nossas colunistas sabe exatamente onde fica o clitóris. E muitas outras finalmente conseguiram gozar pela primeira vez, seja pelo nosso guia, ou pelos textos.

A grande moral da história, porém, é que nós ainda temos MUITAS dúvidas sobre MUITAS coisas relacionadas ao sexo e hoje vou falar da mais recorrente:

Por que ter orgasmos durante a penetração é tão difícil?

ter orgasmos

Antes de tudo: se você nunca teve um orgasmo, ou acha que não teve, você não está sozinha. Só procê ter uma ideia, uma a cada três mulheres tem dificuldade em atingir o orgasmo durante o sexo. E 80% destas não consegue “chegar lá” via penetração.

Acontece que o que leva uma mulher a ter orgasmos varia demais. O que pode funcionar para você provavelmente não funciona pra sua melhor amiga e por aí vai. É por isso que, antes de tudo, precisamos saber do que A GENTE gosta, e não os outros.

Para isso, recomendo uma sessão intensa de siririca (sem pudores, sério! SE TOCA, MENINA) e outras cositas más para saber o que te deixa mais doida! Use e abuse de brinquedinhos, explore suas zonas erógenas, descubra o tão famoso ponto G e comece por aí.

Ainda assim, pode ser que tudo isso não funcione

Mesmo depois desse tanto de “autoconhecimento intenso”, ainda assim é raro conhecer uma mulher que atinge o orgasmo apenas por penetração. Ela pode se conhecer à beça, saber exatamente do que gosta, entender a anatomia de todo o seu sistema reprodutor e, ainda assim, não conseguir chegar lá durante o vuco-vuco em si.

Um ponto importante que a gente precisa tratar aqui, então, é o VALOR que as pessoas (principalmente o homem e a cultura machista) dão para o orgasmo feminino. As razões são até óbvias:

(1) pornografia – dar três bimbadas e ver a parceira se contorcer e urrar de prazer, enquanto esguicha gozo pra todo lado, deve realmente ser muito excitante… se isso REALMENTE rolasse na vida real.

(2) pica e poder – sentir que seu pênis é uma arma SUPER eficiente, daquelas que fazem qualquer mulher largar o vibrador, deve ser bem massa.

Porém, não precisa ser assim, né?

Olha: não digo MESMO que seu parceiro é machista, ou que não se importa com o seu prazer. O problema é que crescer em um meio cheio de estímulos errados mexe com a nossa cabeça. O homem que não faz a mulher gozar apenas por penetração não é viril o suficiente. O homem do pênis pequeno pode desistir da vida sexual. O homem que gozou rápido uma vez será marcado pelo resto da eternidade como uma piada e por aí vai.

A gente, do outro lado, quer agradar o moço. É por isso que muuuitas de nós fingem o orgasmo: pra não frustrá-los. Aí, entramos em um círculo vicioso onde esse clímax deixa de ser tão importante e começamos a ter orgasmos raramente.

Orgasmos podem ser conquistados de várias formas

O segredo é enfiar na cabeça que o orgasmo pode ser alcançado de várias formas. Uma transa INCRÍVEL não precisa ser aquela que a mulher gozou com penetração, mas sim aquela que ambos gozaram e se sentiram satisfeitos.

Entendam: o sexo vai muito mais além da penetração. Transar envolve preliminares, masturbação, contato físico, massagens, beijinhos aqui e ali, sexo oral, sexo anal e por aí vai. Ele pode ser interrompido para fazer um xixizinho, pode continuar firme e forte por toda a noite e pode acabar em penetração OU NÃO.

Então, quer dizer que ter orgasmos com penetração é besteira?

Não, não. Nada a ver. Mas é só MAIS UM DETALHE no meio de um mar de experiências bacanas que dá pra ter na cama, entende? É claro que é bacana ter um orgasmo vaginal intenso e, mais que isso, tê-lo ao mesmo tempo em que o parceiro ejacula, mas esse não é o mais importante, sabe?

Ter orgasmos vaginais não quer dizer que o moço sabe mais das coisas, e nem que você entende 100% da sua pepecs. É só uma forma de aproveitar a transa bem, sacou?

Ok, mas quero MESMO ter orgasmos vaginais. Como faço?

Ok, ok! Também está no seu direito, e do seu boy, querer que o orgasmo vaginal role. Então, preparei aqui uma deleção de textos do Superela que vão te dar o passo a passo de como chegar lá, ok?

O maior orgasmo da história do Superela

Com esse texto, você vai entender TUDO O QUE PRECISA sobre orgasmos. Como funcionam, quais são seus “efeitos”, mitos e verdades e diferença entre o clitoriano e o vaginal. Nele tem, também, uma série de textos que vão te guiar pro que cê precisa. Então pode confiar que o material é bão.

Como conseguir um orgasmo a dois

O nome já é autoexplicativo! Vai na fé que vai dar tudo certo!

5 maneiras de ter mais orgasmos na medida em que você envelhece

Aqui é aquela ajuda singela para todas as idades ;).

E, por fim…. Especial: como gozar sozinha

Esse é o nosso queridinho! Com ele, você vai aprender TUDO sobre o seu próprio corpo e gozar muito (seja sozinha, acompanhada ou com a ajuda de brinquedinhos).

Sem neuras!

Ter orgasmos vaginais é bacana, mas ter orgasmos e PONTO é mais importante ainda. O lance é aproveitar o momento com o boy (ou girl) e se dar o direito de ter muito, mas muito prazer de formas diferentes!

Imagem: via Dissolve – Stock Photo

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more