Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Dia desses me deparei com um texto no Facebook que comparava a vida da Blogueira Fitness Influenciadora x Joana e sua vida simples. Primeiramente, não estou julgando ninguém, mas o que tem de errado em ser você mesma?

No texto, a blogueira é crucificada por ter um estilo de vida e trabalho que a Joana – que acredito não ter escrito o texto, logo não deu sua opinião – não pode ter. Porém, será que ela não tem ou não quer ter?

Particularmente, acredito que se existem Blogueiras Fitness Influenciadoras é pelo simples motivo: existem pessoas que podem ter e querem os produtos/serviços que ela divulga. Esse é o trabalho dela, simples assim.

Em toda comparação alguém será exaltado e alguém será inferiorizado.

Elias Henrique

O grande problema é que o texto compara uma pessoa que não tem o mesmo estilo de vida da blogueira. Eu nem sei se ela é blogueira, me perdoem a gafe caso esteja cometendo se você sabe quem é. Pelo que pude observar, Joana vive uma vida completamente diferente da blogueira.

Elas tem trabalhos diferentes, formações diferentes, condições de vida diferentes. E quem disse que ser blogueira, celebridade e afins é fácil? Mas novamente, qual o problema da Joana ser ela mesma? Com a vida que ela tem? Por qual motivo ela tem que ser a vítima da situação por conta das escolhas que fez?

Voltando a realidade. A verdadeira realidade.

Mas isso acontece muito na vida real, não é mesmo? Quantas e quantas pessoas estão por aí se comparando com alguém que não está na mesma realidade que ela? Alguém que casou em 3 meses e está super feliz versus alguém que está há 3 anos com dificuldades no relacionamento e gostaria de ter casado em 3 meses.

Quem nunca ficou triste por ter visto aquela pessoa se destacar na carreira em tão pouco tempo, enquanto está há 7 anos na mesma função sem promoções?

Creio que comentei isso em outro artigo aqui, mas cada um tem a sua jornada. Ninguém está a frente ou atrás, cada um de nós está exatamente onde deveria estar. E não há problema algum em ser você mesma! Você está apenas e simplesmente seguindo seu caminho.

Precisamos de pessoas compartilhando mais histórias sobre autenticidade, que basicamente é a coragem para ser você mesma! Textos que te incentivam a viver as suas escolhas e a sua verdade. Não apenas de textos, mas de pessoas, empresas, causas que nos inspire a ser alguém melhor e buscar pelo melhor em nossas vidas.

Ainda que cada um de nós esteja em uma jornada de vida diferente, estamos aqui para nos apoiar, sustentar e elevar uns aos outros. Ninguém deveria se sentir mal por ter escolhido uma vida que não é igual ao seu ou o da blogueira.

Como se ser bem sucedido na vida fosse uma receita de bolo. Faça isso, então aquilo e voilà, sucesso garantido. Aliás, sucesso é algo tão pessoal quanto felicidade e o que me faz ser bem sucedida, talvez não faça você. E está tudo bem.

ser você mesma

E por que não somos autênticos como gostaríamos?

E por qual razão tem tantas pessoas tentando não ser “Joanas” e querendo ser “Blogueiras”? Em outras palavras por não somos autênticos?

Começa pelo fato de sempre existir o medo do que eles vão pensar ou vão dizer. E que para alguns padrões sociais, a Joana não seria o sinônimo de sucesso.

Por essa mesma razão, vem o medo de perder a admiração das pessoas que ama. E assim, tende-se a esconder quem realmente é. Talvez seja também um modo de sobrevivência que ainda está ligado e você nem se deu conta.

Mas quando você assume o seu papel, existe um conjunto de valores, princípios que são flexíveis, mas não são facilmente quebrados. Você sabe o que quer e o que deseja para sua vida. Logo, não se sente intimidada por padrões e regras.

Sinais de que você está feliz em ser você mesma

Não tem nada mais delícia que você se sentir bem sendo exatamente quem você é. E por isso quero compartilhar alguns sinais de que você já vive de maneira autêntica e nem se deu conta ainda.

1. Você não mente mais

Você se comunica com as pessoas sem medo de ser honesta. Não precisa se enrolar nas palavras ou pisar em ovos ao dar sua opinião sobre algo. Não apenas não terá necessidade de mentir para os outros, como também para si mesma.

Dessa forma você nutre mais segurança e confiança em si mesma. E assim, não sente mais aquele medo de trocar o certo pelo duvidoso.

2. Negatividade? Eu hein…

Quando você está de bem com você, não há espaço para negatividade. Você nutre amor e compaixão pelas pessoas e por tudo que te cerca. Não há rivalidade e ninguém aponta o dedo para ninguém.

O que realmente existe é acolhimento e conexão com quem te cerca.

3. Sem comparações com o outro

A medida que você começa a entrar em mais conexão com o seu mundo, não há mais comparações com o outro. Não há competição, você segue a sua jornada.

Você passa a se manter concentrada em sua vida e seus objetivos pessoais. E o que está acontecendo lá fora não tem mais tanta importância. Pois você passa a se priorizar diante das situações.

4. Você passa a ser mais assertiva

O que mais escuto as pessoas comentar é o medo de trocar a segurança por algo incerto. Mas quando você assume ser você, a assertividade passa a andar ao seu lado.

Você passa a ter mais clareza do que quer para sua vida. As coincidências passam a aumentar e é como se você estivesse no lugar certo e na hora certa.

Pensamentos finais

Eu não sei ao certo o que aconteceu ao longo do tempo. E nem entendo o motivo de existir tantos padrões e regras para viver. E muito menos porquê existe tanta polêmica diante de certas coisas.

O que posso afirmar é que o mundo como conhecemos muda todos os dias. E que independente das adversidades por conta das suas escolhas de vida, você nasceu para dar certo!

Só que nós seres humanos nos perdemos muito em nossa jornada. E se você continuar se prendendo aos padrões e regras nunca vai encontrar a sua felicidade. E se você busca isso para sua vida, apenas se concentre em ser você.

Dessa maneira, se você não se sente feliz com a sua escolha agora, mude. Faça esta escolha, você tem esse direito. Afinal, como costumo dizer, a vida é muito curta para viver o que não te faz feliz.

Então se você quer ser Joana Vida Simples ou Blogueira Fitness Influenciadora, siga o seu chamado. Só não vá se perder no infinito particular de alguém.

@ load more