Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Somos obrigados a passar por situações das quais o único sentimento que podemos extrair é repugnância. Porém, não somos obrigados a fingir que gostamos disso. Eu não sou obrigada a gostar de algo que não se encaixa na minha forma de encarar a vida, na minha forma de pensar. Não sou obrigada a ficar calada e não expor meu descontentamento diante de uma atitude mesquinha voltada a mim. Não vou engolir sapos por conta do bom senso quando for atingida de alguma forma (leia mais aqui).
Não sou obrigada a ficar calada enquanto me elevam a voz sem nenhuma razão, quando me ofendem ou agridem disfarçadamente. Não vou baixar a cabeça para aqueles que se julgam espertos ao rebaixar os outros, não sou feita capacho para ninguém passar por cima. Tenho sentimentos próprios, traumas não curados e fobias diversas, não sou diferente de ninguém. Se tem um aprendizado que levo comigo é que não se faz ao outro o que não quer que façam a você. Não sou obrigada a aturar algo que me faz sentir abatida.
Cansei de simplesmente deixar passar. Ignorar sempre pareceu a melhor opção, entretanto, fingir que gosto daquilo que não me faz bem já deixou de ser a escolha certa. Não sou obrigada a isso, não sou obrigada a deixar de esclarecer meus limites para você. Se te falta empatia, faça o favor de praticar. Não serei uma pessoa infeliz e frustrada concordando com o que me contradiz só pelo bom senso.
Não vou fingir que gosto de quem não me faz bem, não soma, não acrescenta em nada. Eu não preciso fingir que gosto de você se a única coisa que eu sinto é pena. Pena sim, por exalar negatividade, falta de empatia e mais dezenas de coisas que não te fazem um ser realmente humano. Não vou te odiar, isso é o que você faria e eu não sou como você. Mas também não sou obrigada a aceitar o que acontece com resignação.
Não vou viver conforme seus padrões e mais nenhum outro, não vou me vestir de uma roupa que não me serve, se é que entende o que eu digo. Desde que eu não passe por cima de alguém poderei me desviar de tudo o que emperra o meu caminho. Eu não sou obrigada a te aceitar na minha vida e permanecer calada enquanto preciso conviver. Tenho minha força, tenho direito de contradizer, me defender e gritar minha dor. Não preciso me calar diante do mal que me abala.
Não preciso me preencher de nenhuma forma de vingança, só pretendo defender a minha moral. Não vou baixar minha autoestima diante da sua insistência em me pôr para baixo. Eu não preciso de você para sobreviver, não preciso da sua existência mesquinha repleta de atos ruins. Não sou e nunca serei obrigada a fingir e a deixar de ser luz enquanto vivo em meio a poços de escuridão, mas jamais me calarei diante do que me faz mal.
Imagem: Pinterest 

@ load more