Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Pare de ficar mendigando amor onde não há, menina. Você não precisa disso, não precisa ficar se rebaixando por um pouco de afeto que não quer vir naturalmente. Amor não se mendiga, entenda isso de uma vez por todas. Não se pede um pouco de atenção, não se exige um pouco mais de importância do outro, não se mendiga o que deveria ser recíproco por si só. É natural, vem com o sentimento. Não é preciso e muito menos se deve mendigar amor de ninguém, nunca, em hipótese alguma. Certo?

Não se desgaste emocionalmente por alguém que não move um dedo para te fazer feliz. Essa pessoa não merece o seu esforço diário, sua vontade de deixar o orgulho de lado por amar demais, não merece todo esse valor sentimental que você dá com tanto ânimo. Toda a sua dedicação em deixar de lado você mesma para tentar fazer dar certo aquilo que nem merece tanto assim o seu empenho. Sem que haja reciprocidade nada vai acontecer, consegue entender? Você é suficiente demais para alguém que é de menos. Entenda, não é preciso mendigar um amor que não flui por si só.

É por motivos assim que a gente acaba banalizando um sentimento tão bonito, por deixar complexo algo tão simples e involuntário, algo tão subitamente singelo. Sentimento não se pede, não se exige e talvez nem se conquiste. Temos o livre-arbítrio de amar o outro, assim como o outro tem a escolha de querer nos corresponder ou não. Ame, ame muito, transborde sentimentos. Entretanto não mendigue nada em troca, nem sequer um sorrisinho. O amor é singular demais para ser mendigado.

Temos que ter em mente que para podermos despejar nosso amor em outros corações, precisamos, primeiro, transbordar desse sentimento por dentro. Digo um grande clichê do mundo: ame a si mesmo e só assim conseguirá compreender como é amar o próximo. Realmente devemos aprender a nos dar amor, a enxergar o nosso valor a ponto de não ser preciso nos rebaixar para ganhar o amor de quem quer que seja.

Devemos entender que o nosso coraçãozinho vale muito e que é dele, só dele,  que precisaremos para retribuir os sentimentos que nos cercam, o mínimo é cuidar com carinho dessa peça frágil que habita em nós. O mínimo é enxergar o que tem dentro da nossa frágil vontade de amar antes de querer se entregar a alguém. Comece por fazer sem querer receber, aja sem esperar que façam o mesmo por você. Ame sem exigir que te amem de volta.

O amor é natural, menina, não suporta exigências. É algo que vem com trocas de olhares sinceros e tão profundos que mergulhamos na alma do outro, com sorrisos que preenchem o nosso interior, com conversas que te acrescentam a mente. É algo que vem do além, sem pedir licença, chega e se encaixa num cantinho aí dentro, mas chega sem pedir nada em troca. Esse sentimento não se mendiga, menina, o amor só se dá para quem se deu.

Imagem: Pinterest

@ load more