Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Esqueça a ideia de que as mulheres que praticam pole dance são aspirantes a dançarinas de cabarés. O senso comum de que uma mulher investe no esporte apenas para seduzir namorados e maridos também deve ser deixado para trás. Afinal, praticar pole dance é tão difícil e tão dolorido que o esforço dedicado apenas à arte da sedução não vale a pena. Sempre conto mais e mais hematomas espalhados pelo corpo ao fim de cada aula.

Pole dance: por que toda empreendedora deveria fazer?

Por trás de todos os mitos que envolvem a prática de pole dance, encontrei características que cabem muito bem a mulheres empreendedoras. A primeira delas é a sensação de conquistas. Quem está iniciando uma empresa sabe como é difícil conquistar os primeiros investimentos. Fidelizar clientes, fazer as primeiras vendas, assinar os primeiros contratos com grandes empresas e recrutar verdadeiros talentos para atuar ao seu lado. Mais que difícil, para muitas, dar o start no próprio negócio é um processo absolutamente amedrontador.

No pole dance as dificuldades são outras

pole dance

Lidar com a dor causada pelo atrito entre a barra e pele, eventuais queimaduras provocadas por escorregões durante uma coreografia e também desenvolver força em músculos antes nunca trabalhados são alguns dos obstáculos iniciais. Mas ao encarar tantos desafios e sentir-se confiante por, aos pouquinhos, conquistar cada um deles, treinamos também a nossa mente para lidar com os desafios diários e naturais de quem tem uma empresa ou sonha em consolidar uma.

Conheça também: Mulheres que apoiam mulheres – 8 projetos inspiradores para você conhecer

Sororidade e empreendedorismo

Muito mais que autoestima e sensualidade que a dança proporciona, o que mais me encanta no pole dance é o sentimento de sororidade presente nas aulas. Cada uma das minhas companheiras de turma se alegra pelas minhas conquistas e vice-versa. Mais que isso: tiramos fotos para celebrar as conquistas e acompanhar a evolução de cada “move”. Incentivamos umas as outras a permanecermos na posição. Damos dicas de como o movimento pode ficar mais suave. Ou ser realizado com maior facilidade.

E, quando não conseguimos inicialmente realizar determinada posição, temos uma preocupação natural e recíproca. Afinal, qualquer movimento em falso pode resultar em lesão séria. Ainda que os movimentos sejam individuais, a vigilância para garantir a segurança de todas é coletiva.

Este sentimento de união presente no pole dance seria muito bem-vindo ao mundo das empreendedoras. Uma das reclamações que mais ouço entre empresárias de todos os segmentos e tamanhos é a solidão. Sentem-se sozinhas para tomar decisões, carecem de apoio familiar e tardam a encontrar parceiros e sócios para alavancar o negócio. Apesar da solidão, no entanto, é comum checar que muitas nunca vivenciaram experiências reais de estímulo umas da outras como a prática do pole dance tem.

Sem preconceitos!

pole dance

Por isso, esqueça todos os preconceitos que envolvem o esporte. Permita-se viver uma experiência real de irmandade que o pole dance proporciona. Esteja certa de que além de um corpo mais forte e flexível, você também terá várias lições de sororidade, empatia, autoestima e empoderamento para levar para sua trajetória no mundo dos negócios. O empreendedorismo feminino está precisando.

Imagem: Reprodução YouTube/NoGravity Media


E que tal trocar ideias sobre os benefícios do Pole Dance com essa nossa leitora aqui embaixo?


@ load more
Os melhores conteúdos do Superela.
Um único email por semana.
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤
Vamos ser amigas? :)
Queremos te enviar OS MELHORES
conteúdos do Superela.
Você vai adorar! ❤