Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Muitas vezes sentimos que nos relacionamentos amorosos perdemos nossa identidade.

A ideia de que nos perdemos na presença do nosso parceiro está profundamente enraizada na percepção moderna do amor. Procuramos com mais frequência nosso parceiro para nos fornecer os recursos emocionais e físicos.

É de admirar que, em ao envolver-se com um parceiro para a paixão, excitação sexual, parceria de uma vida em comum e financeira. Combinando isso com a alienação do amor, cada vez mais presente “há alguém melhor?”

Todo o tempo aumentando nossas expectativas em nossos parceiros, e até mesmo adicionando mais à lista, sem realmente entender o que estamos exigindo.

Fiz questão de fazer anotações de votos de casamentos, que já presenciei.

Eu vejo que esse discurso único é tão reflexivo da maneira como nossas expectativas ficaram fora de controle. Aqui eu ofereço a você um exemplo comovente, e exagerado, de como geralmente são.

“Eu prometo que sempre estarei sempre presente ser gentil e paciente”.

“Pois você é minha amante e minha inspiração e eu honro a divindade em você, diz o noivo”.

“Eu prometo ser sua maior fã, sua parceira sua alegria na decepção”, responde sua noiva.

Com sinceridade inquestionável, ele continua: “Prometo contar tudo, não ter segredos”.

“Prometo fidelidade, respeito e auto aperfeiçoamento ”, declara ela.

Ao que ele responde a pergunta: “Não vou apenas comemorar seus triunfos, vou amá-la ainda mais por suas falhas”.

Sorrindo através de suas lágrimas, ela diz: “Eu prometo nunca usar saltos para que não fique mais alta”.

Tendo prometido um ao outro o céus e a terra, se beijam para aplausos arrebatadores.

Essa ladainha de expectativas é uma grande configuração para o fracasso.

Hoje nos perdemos porque o casamento não consegue entregar o amor, a paixão e a atenção total que prometia. Essas expectativas são extremamente difíceis de fornecer umas às outras porque são contraditórias. Mesmo, em alguns casos, incompatíveis e dentro do pequeno círculo da aliança de casamento.

Queremos que nosso escolhido ofereça estabilidade, segurança, previsibilidade e confiança. Queremos que essa mesma pessoa forneça, mistério, aventura e risco.

Então, qual é a solução?

Como podemos nos comprometer com o outro sem nos perdermos na tentativa de atender a essas vastas expectativas? Como podemos estar em uma parceria satisfatória que também nos ajuda a crescer como indivíduos?

Podemos pensar mais claramente sobre nossas expectativas de um parceiro.

Pesquisas mostram que pessoas que têm mais recursos sociais e mais pessoas para conversar sobre várias questões em suas vidas, se saem melhor no casamento. E uma vez que tivemos a chance de pensar mais claramente sobre nossas expectativas, como podemos atender às expectativas que estabelecemos para nós mesmos e nossos relacionamentos?

Podemos parar de pensar em amor, desejo e relacionamentos como mercadoria.

Temos que trabalhar para tornar nossas expectativas em realidade. Estabelecer expectativas é apenas o começo.

O próximo passo é realmente alcançá-los, investindo o tempo, a paciência e o espaço necessário com nossos parceiros.

Esse processo pode não ser perfeito, mas no instante em que os recitamos, os nossos votos também não são.

Imagem: Unsplash

@ load more