Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Tem muita gente exigindo de nós o tempo todo. É muito julgamento e conversa fiada que nos cercam (“mas se ela fosse assim, mas se ela tivesse feito isso”). É muita cobrança (“faça isso ou aquilo”), é moralismo, machismo, é muito. É coisa demais. É muito pedido para pouca ou nenhuma vontade de fazer.

Se nós não defendermos nossos desejos, viveremos o desejo do outro.

cuidar

Nós saímos perdendo ao tentar “controlar” essas pessoas (que estão sempre esperando algo, dando conta de coisas que não deveriam. Que vivem na expectativa da vida alheia). Acreditamos que esse ciclo vicioso irá acabar, e isso é perda de tempo. As pessoas podem querer o que elas quiserem, eu nem ligo mais.

O que eu não faço de maneira nenhuma é depositar minha felicidade em cima de alguém. Jamais deixarei esse gostinho em mãos alheias. Se a pessoa é da turma do mal-me-quer ou bem-me-quer, nunca sei ao certo, a única certeza que tenho é do meu-bem-querer e da responsabilidade que eu mesma tenho de me fazer feliz.

Precisamos cuidar de nós mesmas sem dar importância àquilo que vem do outro.

É claro que somos falhas; somos cheias de manias; trabalhadas em certas inseguranças e carregadas com bagagens dolorosas. Nunca devemos negar nossos erros e tristezas, até porque temos o direito de tê-las. Faz parte do que somos, do que vivenciamos e do que ainda viveremos.

Precisamos ter em mente que somos também seres de escolhas e aprendizados. Devemos sempre escolher ressaltar o melhor que há em nós e tudo aquilo que nos faz bem, assim não esquecemos que as coisas boas são maiores que as ruins. Eu sei, essa é uma visão bem particular, mas é que eu prezo por tudo aquilo que me arranca sorrisos, e o meu lado bonito de ser faz isso muito bem.

Nem tudo é egocentrismo. Chama-se AMOR-PRÓPRIO, e devemos cultivar o nosso!

cuidar

O nosso caminhar é individual. A gente é quem sabe da dor e da delícia de cada passo. Os detalhes, os erros, os acertos, são peculiaridades nossas. É muita pretensão alguém ousar “dar conta” disso! Não dá pra sair agradando todo mundo, mas que seja a maioria que se envolva e se encante com um pouquinho do que nós temos para oferecer. Afinal, a gente sabe dos nossos defeitos, mas é claro que conhecemos ainda mais nossas qualidades!

Sendo assim, creio que somos mais amor, mais florir do que pesar! São poucos os que reconhecem que estão em construção, e esses não deixam de dar o melhor de si! Mas não deixam mesmo!

É por isso que em momento algum devemos deixar alguém que não conhece nossas lutas diárias ditar nosso destino.

Já faz tempo que parei de passar por cima da minha ideologia, desejos e princípios só para agradar alguém. Desde então venho sustentando meu jeito de ser. Ora melancólica, impaciente, “cara de bunda”, eufórica, ora sorridente. Sou inúmeras! Já perdi a conta dos meus estados emocionais também! Se eu não dou conta de mim, não vão ser os outros que irão dar, né!? Por isso minha preocupação é zero!

Eu sei como é difícil lutar para ser quem a gente é.

cuidar

Ando numa luta diária e imagino a quantidade de mulheres que se esforçam todos os dias também. Eu passei para reforçar que não devemos desistir de nós nunca. É cansativo, mas é preciso, gratificante e nos deixa de pé. Às vezes a mulher que escolhemos ser acaba nos custando pessoas, espaços e relacionamentos. Bancar essa escolha nos exige uma autenticidade que sustenta nosso desejo. Por mais perdas que há nessa transição, os ganhos são bem maiores quando se tratam do nosso querer! Que sempre escolhamos ser essa mulher de propósitos!

Nem tudo nos agrada, e também não damos conta de agradar a todo mundo.

Por isso aprendi a sair dos lugares que não me cabem. Eu busco cantos de reciprocidades, não fico para fazer vontades. Descobri que cuidando de mim eu sigo caminhos mais leves e encontro paz! Não é de hoje. É que eu nunca fui obrigada à certas coisas! Ainda bem!

Imagem: Pexels


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more