Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Querido Anticoncepcional,

Precisamos terminar.

Já faz anos que estamos juntos. Eu me lembro daquele dia em que fui à ginecologista e ela te prescreveu para mim. Desde então, rompemos por breves períodos, mas, em geral, permanecemos unidos. Diariamente, no mesmo horário, até o final de cada cartela.

Eu te carreguei comigo em várias viagens, te encontrei em diversas farmácias. Mesmo nas épocas de calmaria, eu sempre falava para mim mesma que era melhor continuar: você regulava meu ciclo, reduzia o fluxo, controlava meu humor, deixava minha pele mais lisinha

Até que um dia, algo dentro de mim mudou. Um certo incômodo surgia cada vez que eu destacava um comprimido. Comecei a pensar que não conheço mais meu próprio corpo, digo, eu só o conheço através de você. Não sei mais como sou sem a sua influência.

Anticoncepcional 3

Nos últimos meses vi muitas meninas passando pelos mesmos dilemas que eu, querendo se libertar dos hormônios que te compõem, além de outras substâncias que desconhecemos, mas ingerimos repetidamente.

Eu já estava me preparando para te abandonar e então veio a gota d’água: tive uma embolia pulmonar. Você sabe o que é isso? Pois é, eu não sabia, mas agora sei que é um tipo de trombose. Um coágulo de sangue interrompeu vasos do meu pulmão direito.

Todos se intrigam quando eu conto o que aconteceu. “Isso é muito sério”, “mas você é tão jovem!”, eles dizem. Sim, sou. E além de jovem, eu sou uma pessoa que faz questão de cuidar da saúde. Com menos de 30 anos, eu já tenho planos de me tornar uma senhora ativa, viajante, esportista, esbanjadora de vitalidade. Sempre me exercitei, adoro frutas e verduras, tenho comido o mínimo de carne há mais de um ano. Faço acupuntura. Medito. Gosto de dormir cedo. Meu único problema físico é a enxaqueca, mas ela é um mal crônico que aparece de vez em quando.

E ainda assim, um êmbolo se formou na minha coxa e foi parar no meu pulmão. Quatro dias de internação, tomografias, injeções, seis meses de tratamento. Felizmente, fui medicada antes que a situação se tornasse realmente grave, mas foi um baita susto.

Anticoncepcional 1

Você quer saber qual é a causa de tudo isso? Há algumas teorias (há uma questão genética, inclusive), mas com certeza você, pílula, está envolvida. A médica proibiu terminantemente que continuemos nos relacionando.

Minhas pesquisas e os relatos de outras pessoas me deixaram ciente dos efeitos que você pode causar em algumas mulheres: desde pequenos inconvenientes até um AVC. Meu caso não é frequente, porém não é único.

Sendo assim, para mim chega. Você tem me feito mais mal do que bem. Preciso me sentir eu mesma novamente, me lembrar de quem eu era antes de você.

E não ache que sou ingrata. Eu reconheço o quanto você nos deu mais liberdade sexual, o quanto você nos ajudou a ter mais autonomia sobre nossos corpos e protegeu muitas mulheres de engravidarem em momentos inoportunos, mas o fato é que, hoje em dia, existem outros métodos contraceptivos menos agressivos e mais naturais (como contamos aqui). Vou buscá-los.

Esta nossa relação se tornou literalmente tóxica. Ficarei melhor sem você.

Adeus.

Imagem: Pexels


Gostou do texto? Então converse com a nossa leitora abaixo! 

@ load more