Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Quem não quer ter uma vida financeira estável, sem dívidas e com dinheiro sobrando no final do mês? Todo mundo quer.

Porém, para nós mulheres esse é um assunto que pode trazer mais do que alguns reais na conta.

De acordo com um levantamento norte-americano, o abuso financeiro está presente em 98% dos casos de violência doméstica. Isso significa que muitas mulheres ficam reféns de seus violentadores por questões financeiras.

Por isso, é muito importante que busquemos a nossa independência financeira. Mas isso não acontece do dia para a noite. Aqui no Superela temos diversas dicas de como organizar as finanças, empreender e até a investir.

Mas, se você está perdida, a melhor maneira de começar é reduzindo gastos.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas para você economizar em uma das contas que mais perturbam as pessoas todos os meses: celular e internet.

Esses serviços podem ser importantes, mas não precisam ser um rombo no seu bolso e vamos mostrar como. Se sua meta é conquistar a tão sonhada independência financeira, comece cortando pequenos gastos do dia a dia. Vamos lá?

Dicas para redução de gastos no plano de celular e internet:

1. Conheça seus hábitos de consumo

Isso muda tudo

Sabe aquele gasto que parece inofensivo? Então, quando colocamos tudo na ponta da caneta as coisas mudam e as contas não fecham.

Você sabe quanto da sua franquia de internet do celular você usa? Você sabe se a velocidade da sua banda larga é ideal?

A primeira coisa a fazer é entender seu consumo. Você pode estar gastando com benefícios que não usa.

Para verificar isso, procure por suas últimas 3 contas de celular e confira quanto gastou por mês com internet móvel e ligações. Verifique também seu perfil de uso. Você costuma fazer chamadas longa distância? Ligações para outras operadoras? Precisa contratar pacotes adicionais de internet ou nem chega a usar todo o seu plano?

Faça uma média de minutos e GB de internet consumidos, e anote quanto paga por mês nas suas contas (incluindo taxas extras, se houver). Essas informações te ajudarão nos próximos passos para conseguir economizar.

2. Compare ofertas

Agora que você já conhece seus hábitos de consumo, você deve pesquisar outros planos e comparar os preços para ver se há pacotes mais baratos que o seu.

Um jeito prático, rápido e gratuito de pesquisar as melhores ofertas de internet e celular é através do site Melhor Plano. Nele você consegue comparar todos os planos de celular e internet disponíveis no mercado. Assim fica mais fácil escolher o plano ideal para o seu perfil de uso.

Se você perceber que sua operadora ou plano atual não atende às suas necessidades, peça a portabilidade ou mude de pacote. Porém, fique atenta à prazos de fidelidade: você pode pagar multa se cancelar seu plano antes do fim do contrato.

3. Evite o consumo de dados

Para economizar a internet do seu celular mantenha o Wi-fi ligado e use-o sempre que possível. Vários estabelecimentos oferecem internet para os clientes.

Além disso, algumas operadoras, como os planos da Oi por exemplo, oferecem pontos de acesso gratuitos para seus clientes espalhados pelas cidades. Assim, você pode navegar na internet sem descontar na sua franquia de dados.

Outra dica é retirar todos os aplicativos do modo de atualização automática. Permita as atualizações apenas quando o aparelho estiver conectado em redes Wi-Fi.

4. Use a tecnologia a seu favor

Nós temos tecnologia…

Mantenha o foco no seu consumo diário e evite surpresas. Sabe aquele videozinho que você gosta de assistir na hora do almoço? Então miga, sem Wi-Fi nem pensar. As suas finanças agradecem. Uma forma de te ajudar a controlar os gastos é utilizar aplicativos que verificam e controlam o consumo de dados móveis como o My Data Manager, Monitor de Uso de Dados e o Opera Max, por exemplo.

Alguns modelos de celular permitem que você crie limites de dados diários. Basta ir nas configurações de uso de dados e definir a quantia que deverá ser utilizada por dia.

As próprias operadoras também têm oferecido formas do usuário monitorar melhor seus gastos. A Nextel, por exemplo, possui o Happy, uma espécie de plano pré-pago digital em que o usuário consegue ver o seu consumo em tempo real.

5. Acesse conteúdos mesmo estando offline

Offline (por um tempo)

Plataformas de streaming costumam consumir muitos dados.

Aplicativos como Netflix, Deezer, Google Maps e Spotify, por exemplo, oferecem a opção de o usuário baixar o conteúdo que quiser e acessar quando estiver offline.

Assim, você pode viajar e colocar sua séries em dia, sem gastar nada da sua internet de dados. Lembre-se apenas de fazer o download enquanto estiver conectada em uma rede Wi-fi.

6. Invista em um plano controle

Se você não consegue administrar muito bem os seus gastos, investir em planos controle pode ser vantajoso. Eles são mais baratos que os planos pós-pagos e não precisam de ficar recarregando, como o pré-pago.

Além disso, existem muitas opções de pacotes controle que oferecem ligações ilimitadas para fixo e qualquer operadora do país.

Esse tipo de plano pode te ajudar a economizar. Você só precisará escolher algum que atenda seu hábito consumo. Dessa forma, você evita surpresas quando a conta do celular chegar.

Se você seguir pelo menos 3 dessas dicas, é possível economizar um dinheirinho todo mês e reduzir seus gastos de maneira significante sem deixar de estar conectada.

Imagem: Pexels

@ load more