Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Mais uma vez a pauta do aborto veio à tona, já que a 1.ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou que não é crime a interrupção da gravidez até o terceiro mês de gestação. Bastou isso para os sites, blogs e redes sociais serem invadidos por diversas opiniões sobre o assunto.

Li várias delas e, muitas vezes, pesquisei sobre o que diziam para então formar ou complementar minha opinião.

Para ser sincera, sempre fui a favor da legalização do aborto. Percebo que muita gente confunde isso com “ser a favor do aborto“, no sentido de que eu quero mais é que a mulherada saia engravidando e abortando por aí.

aborto

Não. Com certeza absoluta, NÃO. O aborto é um procedimento traumatizante para qualquer pessoa, desde a sua decisão até o seu procedimento.

Sobre o argumento dos métodos contraceptivos

aborto

Ok, você vai me dizer que existem métodos para evitar a gravidez.  Vamos falar sobre eles então? Você conhece algum que seja 100% eficaz? Porque assim, a minha própria irmã nasceu por causa de uma camisinha furada.  Portanto, antes de dizer que só engravida quem quer, pesquise mais sobre os métodos contraceptivos. Você não precisa confiar no que eu estou falando, mas pode e deve pesquisar sobre. Conhecimento nunca é demais e a gente precisa entender como tudo funciona para então dar a nossa opinião.

Pró-vida

aborto

Ah, mas você é pró-vida? Entendi. Já foi se informar sobre o que aconteceu com a taxa de aborto em países legalizados? Já foi se informar com os médicos sobre como é o feto em seus três primeiros meses? Já estudou para valer sobre isso?

É mais uma sugestão minha então. Além disso, não existe apena a vida que você defende. Existe também a vida da mãe, que não escolheu engravidar e não se sente preparada para ter um filho, seja por questões financeiras, psicológicas ou emocionais. A vida dela é menos importante? Porque, independente da sua opinião, tem muita mulher morrendo aí nestas clínicas de aborto clandestinas. O aborto acontece com ou sem a legalização. O problema é que, sem ela, ele acarreta em complicações e mortes.

Então você entende que, de qualquer forma, ao menos uma vida será levada (seja a do feto ou a da mãe)? É por isso que o discurso de “pró-vida” vai por água abaixo nessas horas.

Aborto somente em alguns casos

aborto

“Mas olha, se for em caso de estupro, eu até concordo.”  Tá, você já deu uma olhada sobre como funciona o processo de aborto por estupro no Brasil? Já viu como as vítimas são tratadas e quanto tempo leva para o sistema liberar o procedimento? Muitas vezes a mulher está no final da gestação quando sai a liberação judicial. Ou seja, o procedimento poderia ter sido feito antes e com muito mais segurança para ela e sem sofrimento para o bebê. Infelizmente, não é o que acontece.

Bobeou, dançou…

aborto

“Mas tem mulher que não se previne e engravida. Aí merece ter o filho”. Esse discurso é estranho porque faz soar que o filho é um castigo para a mulher que engravidou sem desejar isso (e ele contradiz aquela frase clássica que tanto falam de que “filho é sempre uma benção”).

Na boa, se a mulher não quer ser mãe, é melhor que ela não tenha o filho. Digo isso porque eu mesma não queria vir ao mundo sendo indesejada e com a sensação de que sou um fardo para a minha mãe.

Vocês já viram quantas crianças são abandonadas a cada dia? Já viram quantas foram maltratadas pelos pais porque eles não queriam estar nessa posição? Em todos os casos estas crianças não foram desejadas e sofreram duras consequências por causa disso.

Continuo preferindo que sejam poupadas porque ninguém merece vir ao mundo para sofrer desde cedo (e por favor, não tente mudar a minha opinião com a sua religião. Nem todo mundo acredita em Deus, nem todo mundo segue a sua crença, nem todo mundo concorda com o que diz a bíblia.  Pelo menos não ter religião ou ter uma crença diferente da sua não é considerado crime).

A culpa não é só da mulher

aborto

Outro ponto importante sobre a questão de se posicionar contra o aborto: eu vejo isso de caras que pediram para não usar camisinha na relação porque “incomoda” (ou porque seria “rapidinho) e também de mulheres que já deixaram de se prevenir, se desesperam e foram comprar a pílula do dia seguinte (que falha também, viu?) .

Já se informaram sobre o que ela faz antes de dizer que você é contra o aborto? Já perceberam que vocês tiveram a mesma “irresponsabilidade” que as mulheres que vocês julgam? É bacana refletir sobre, principalmente se não quiser pecar pela hipocrisia.

O importante é refletir

aborto

Enfim, eu não estou aqui para mudar a opinião de ninguém. Se ao menos eu conseguir fazer as pessoas refletirem sobre o tema, independente de suas opiniões, já ficarei feliz.  Como eu disse, conhecimento nunca é demais e a gente precisa se informar, pensar e, principalmente, sentir. Se não for capaz de fazer isso, entenda que também nunca será capaz de sentir o que o outro sente para ter o direito de julgar suas escolhas.

Resumindo: é contra o aborto? Não faça. Mas não invada o direito do outro de decidir o que é melhor para a sua vida. E na boa? Às vezes a decisão de abortar é justamente para poupar uma criança da sensação de ser indesejada por quem a gerou. Parece pesado dizer assim, né? Mas existem inúmeras razões que levam uma mulher a não querer ser mãe e nós não somos ninguém para julgá-las quando não se trata do nosso corpo, da nossa vida.

Últimos recados

aborto

Portanto, às mulheres que já abortaram: eu lamento por toda a dor que enfrentaram e por todos os julgamentos com os quais se deparam diariamente.

Às mulheres que não desejam ser mães: previnam-se, mas saibam que nem sempre isso garante que você não engravide. Infelizmente.

Às mulheres que desejam ser mães: que sejam com todo o seu amor, porque um filho merece vir ao mundo sentindo-se amado. Ser mãe só é uma benção para quem pode e quer ser uma.

E, por fim, aos pais que abortaram sem precisar carregar uma vida dentro de si próprio por 1 dia, 3 ou 9 meses, digo uma frase clássica que faz total sentido: se homem engravidasse, o aborto seria legalizado há muito tempo.

Pois é, meus caros. Não são só os métodos contraceptivos 100% eficazes que estão em falta. A empatia, infelizmente, também está.

Imagem: Pinterest

@ load more