Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Daniel gostava quando usava roupas claras, eu fazia para agradá-lo, pois minhas preferidas sempre foram vermelhas, as de grandes estampas. Ele foi só o primeiro a ditar o que eu faria, e passei muito tempo da minha vida usando as cores preferidas deles, não usando maquiagem porque fulano não curtia, ou mesmo sendo fatal no batom vermelho só para satisfazer o ego do ciclaninho, demorei demais pra perceber que odiava transar de quatro, que na verdade, quem gostava era beltrano, o esforço em agradar era tanto, que pouco me importava sentir dor ou prazer, desde que ele estivesse confortável.

Daí vem o porquê de devermos falar para nossas meninas sobre empoderamento, quebrar este tabu ordinário de submissão. Pois se alguém não falar pra Flavinha que ela pode sim usar shorts, mesmo o Romarinho odiando, ela vai dar de quatro, de três, de dois só pra agradar o primeiro namorado, o segundo, décimo e último, e prioritariamente, entenda, pode sim transar em todos os numerais possíveis, desde que isso parta dela, do seu desejo, seu querer.

O machismo cultural está há tanto tempo impregnado na sociedade que muitas ainda mães ensinam a suas herdeiras que caso não satisfaçam seus homens na cama, eles acabarão achando outra na rua. Então, a garota se priva de tudo que gosta para extasiar o parceiro, perdi gozadas maravilhosas porque ele gostava somente de anal, oral, de bruços, ou seja o que for (Não que estas posições não sejam fantásticas, o que digo, é que isso deve ser bom para todos).

Eu mesma achava que sexo oral era exclusivo para homens, pois via-os sempre aptos a receber, como que por obrigação feminina, e ao final era isso… Fim. Deixa disso, viu! Sexo oral é bom demais e toda mulher merece ser tocada por uma bela língua.

O tempo e várias frustrações sexuais me trouxeram a autonomia de só usar branco quando quero, e queria mandar o Daniel ir à merda, mas felizmente, perdi o contato. Ao fulano, beltrano e ciclaninho, agora eu curto fazer de quatro e é ótimo, mas só quando eu quero, e caso os caminhos se cruzem novamente, lembrem-se sempre, uma mulher é fisgada pela língua. A sua!

Empoderamento também é exigir prazer na cama, é vestir o que quiser, exagerar na maquiagem, ou sair de cara limpa. Porque podemos fazer tudo que queremos, e opte pelo NÃO toda vez que não se sentir a vontade com uma situação, uma cobrança, ou uma decisão forçada.

Querida, sim, você pode! E nós estaremos aqui para garantir isso.

E parecia que tinha acabado? Acabou não…

Preste muita atenção nestas 3 dicas, para ser a dona de tudo que é seu:

1. A escolha é sua

Jamais, em hipótese alguma, aceite que alguém determine o que você vai vestir, isso inclui roupas, sapatos, maquiagens e afins. Sim, ele pode opinar, mas é sua roupa, seu corpo, portanto, sua escolha.

2. Seu prazer importa

Sexo é a dois (pode ser a três ou mais… tranquilo, quem determina isso também é você!). Você só tem que fazer na cama aquilo que também lhe satisfaz, o prazer deve ser mútuo, não tenha vergonha de falar que desse jeito não tá legal ou que prefere de outra maneira, e caso não se sinta preparada para tipos de posições ou maneiras, imponha-se! Sua vagina, seus seios e regiões íntimas são lindas, únicas e merecem o melhor tratamento possível e imaginável.

3. Respeito acima de tudo

O respeito está em tudo que seu parceiro(a) faz por você e para você, está na maneira que ele te aceita quando veste a micro saia branca ou quando decide usar o sobretudo preto com botões fechados, está na maneira que ele te apresenta para um conhecido, sem tentar te esconder atrás da mesa e está naquele sexo maravilhoso onde vocês interagem para que ambos saiam satisfeitos e FELIZES!

Respeito é a palavra, ser feliz é a regra!

@ load more