Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Antes de tudo: o que é, de fato, se empoderar enquanto mulher? É lutar pelos direitos das mulheres de poderem participar de debates públicos e sociais. É buscar pela igualdade de gêneros. É buscar ser dona de si mesma.

Logo, se empoderar enquanto mulher é…

se empoderar

1 – Ser o que VOCÊ quiser ser

Aqui não tem dessa de “mulheres preferem humanas, não há muita procura pelas exatas”. Se empoderar enquanto mulher é ter em mente que se você quiser ser uma atleta foda, você pode. Se quiser ser uma cientista, engenheira ou médica, também pode. E, por fim, se quiser ser dona de casa, prostituta, empregada, professora ou o que der na telha, você também pode.

É entender que a escolha é só sua, e de mais ninguém!

2 – Amar o seu corpo independente do que dizem sobre ele

se empoderar

Você pode se achar linda independente dos padrões sociais impostos. Não é nenhum pecado querer ser mais cheinha, ou mais magrinha, ou até mesmo mega malhada. Você não é obrigada a ficar passando chapinha todos os dias porque seu cabelo é crespo se você não tem vontade. Assim como você também pode fazer progressiva de 3 em 3 meses porque curte as madeixas mais lisinhas.

Se empoderar enquanto mulher é se olhar no espelho, encarar aquelas gordurinhas e se amar ainda mais porque você sabe que elas são lindas, assim como você. É usar blusinha apertadinha sem medo de ser feliz. É se amar acima de tudo, e tacar um belo dum foda-se para quem tentar te fazer se sentir inferior por causa de corpo, cor, cabelo e aparência.

3 – Lutar pelos seus direitos, e de todas as outras mulheres também

se empoderar

Se empoderar enquanto mulher não é exatamente uma coisa que possa ser feita individualmente. Na verdade, não adianta nada se empoderar sozinha. Se você se acha linda e maravilhosa do jeito que é, não censure sua colega que raspou a cabeça e você não gostou porque achou feio. Não critique sua amiga que decidiu parar de vez com a dieta e seguir em frente.

Se empoderar é lutar para que as pessoas respeitem o seu espaço, e respeitar o espaço das demais.

4 – Não ter medo de sentir prazer

se empoderar

É ter plena noção de que nós, assim como os homens, também merecemos gozar, e que isso faz bem. É sentir liberdade de ter uma gavetinha destinada a produtos eróticos para os momentos mais fogosos e tediosos dos seus dias. É querer transar no primeiro encontro, ou em qualquer outro encontro que seja.

Se empoderar enquanto mulher é se masturbar sem medo de ser feliz. É querer aprender a gozar sem ninguém para te dizer que isso é errado. É querer transar quando quiser sem ter medo de ser julgada por isso.

5 – Não ter medo da própria sexualidade

Se empoderar enquanto mulher é também não se sentir culpada por não ter atração por homens. É saber que o que realmente importa é a sua felicidade e o amor que você sente pela outra pessoa. É entender que o pênis não é a única forma de sentir e dar prazer. É aceitar seus desejos e vontades como eles realmente são, e se entregar a eles.

Enfim, se empoderar enquanto mulher é…

Ilustração: Evelyn Queiróz – Negahamburguer

entender que o mundo também é seu, e que você faz parte dele e merece respeito. É se amar acima de tudo, e respeitar as outras minas. É bater o pé e aprender a tomar as próprias decisões sozinha. É não ter medo de lutar pelos seus sonhos e objetivos, independente do que eles sejam.

Para se empoderar enquanto mulher, basta ter orgulho de ser uma! 😉

 

Imagens: Pinterest

@ load more