Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Em primeiro lugar, devemos ter em mente que para se ter um bom relacionamento com outras pessoas, é preciso, preliminarmente, se relacionar bem consigo mesma, estar bem consigo mesma em todos os sentidos e em todas as áreas da sua vida. Quando estamos bem conosco, quando nos amamos realmente, fica muito mais fácil de entender o sentimento recebido, de perceber se ele é, de verdade amor ou não, e de ter a consciência de não se submeter a ofensas, de não aceitar desagrados ”fantasiados” de amor ou insultos mascarados de paixão.

Para se ter um relacionamento ideal, deve-se colocar como ponto principal o fato de nunca se permitir viver de migalhas, nunca aceitar qualquer tipo de tratamento humilhante, porque ninguém é digno de um relacionamento ostensivo, opressivo, dividido, fragmentado ou em decomposição. Relacionamento tem de ser inteiro, íntegro, verdadeiro e incólume.

Em qualquer relacionamento, o amor não deve ser suplicado, implorado ou mendigado.

Não se deve pedir “pelo amor de Deus” por uns minutos de atenção, ou por alguns segundos de carinhos. Tudo tem que fluir naturalmente, afinal, o amor verdadeiro é um sentimento natural, puro e todos os instantes constantes nele devem ser prazerosos, saudáveis e, principalmente, respeitoso. Esse respeito tem de ser mútuo, recíproco, bilateral, nunca unilateral, tem que ser uma via de mão dupla. É dar e também receber.

Ambos os lados sempre devem ceder em algumas coisas, para com isso conseguirem o equilíbrio, isso é essencial para a evolução de todo e qualquer relacionamento.

Cumplicidade é uma coisa primordial e o companheirismo e a parceria também são fundamentais.

bom relacionamento

Quando acontece de o relacionamento pender apenas para um lado da balança, é sinal de que alguma coisa está errada ou algo não está caminhando direito. Com certeza, alguma coisa está fora dos eixos e/ou incompleto. Quando isso ocorre, a possibilidade de se ter um relacionamento abusivo é grande.

Quando falamos em ceder em um relacionamento, trata-se de uma doação. É doar seu sentimento, seu tempo, é se doar, fazer de tudo que for preciso para manter o amor, a ordem e a cordialidade do casal. Porém, essa entrega não poderá e nem tampouco deverá ser confundida com a aceitação de um relacionamento permissivo, onde se tem algo desmedido, imoderado, desregrado e aí, é onde perde-se o controle de tudo.

Há uma linha muito tênue quando se trata desse tema. Você se entregar em um relacionamento, não quer dizer que você deva se submeter a ele. A submissão é a condição de ser dominado pelo outro, dever obediência, ser subalterna. E não é isso que queremos, não é isso que imaginamos ou almejamos. O nosso desejo é de algo sublime, é de vivermos simplesmente a forma mais pura e singela do melhor relacionamento.

Viver um relacionamento é indiscutivelmente viver em uma eterna escola, onde todos os dias, deveremos aprender a viver com confiança, respeito e de forma mais harmoniosa possível.
A evolução e o amadurecimento fazem parte desse aprendizado e devem ser constantes. Eles se dão nas conquistas, nas perdas e em todas as dificuldades já passadas.

Bom… então relacionamento é isso, algo a ser conquistado todos os dias, uma planta a ser semeada com muito carinho a todo o momento.

Imagem: Stocksnap


Agora que você sabe o segredo de um bom relacionamento, que tal responder essa pergunta no Clube?

@ load more