Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Oi Superelas! Hoje venho aqui tentar ajudar as manas que estão encucadas, se perguntando a seguinte frase: será que estou grávida? Ô dúvida que deixa a gente maluca de ansiedade né?

Bom, todo mundo sabe que o primeiro alerta para uma possível gravidez é o atraso menstrual. Porém, é possível identificar alguns outros sintomas antes que a menstruação atrase. Isso vai depender, é claro, de mulher para mulher, e do quanto você conhece o seu corpo.

Eu, que hoje sou mãe de duas, nunca tive TPM na vida! Acreditam? Nunca tive cólica, nem nenhum sinal que indicasse que a menstruação viria. Então, quando fiquei grávida da minha primeira filha eu logo soube, pois os pequeninos sinais emitidos pelo meu corpo não me passaram despercebidos. Mas, na correria do dia-dia, às vezes esses sinais acabam passando despercebidos sim e até confundidos com TPM.

Então, vamos lá! “Será que estou grávida?”

estou grávida

Tradução: a jornada começa

Tipos de corrimentos

No período de ovulação nossa temperatura corporal sobe um pouco e nós produzimos um muco vaginal que se assemelha à clara de ovo. É transparente e fluído e isso geralmente ocorro duas semanas depois da menstruação.

Na gravidez, nós também produzimos um corrimento, mas é um corrimento branco, bem espesso, que parece um queijo minas! Não tem cheiro algum, nem coça, nem nada, e só é produzido na gravidez, então fique atenta. Eu tive bastante desse corrimento, cheguei a usar até protetor diário durantes os primeiros dias. Mas depois de uns dias ele desparece.

Você pode apresentar também o corrimento “borra de café”, que se dá na nidação, ou seja, na fecundação do óvulo. Muitas mulheres acham que é menstruação, mas a cor é bem escura, e dura, no máximo, 3 dias. Seu fluxo não é regular, e pode ter o aspecto meio “aguado” também. Nem todo mundo tem esse corrimento. Eu, por exemplo, nunca tive.

Tipos de cólicas

Cólica: Mais um sintoma que super confunde a gente! Ainda mais na gravidez, que esses sintomas normalmente começam a aparecer entre 7 e 15 dias após o período fértil. Ou seja, na época mais ou menos da menstruação descer.

A cólica de gravidez é uma cólicazinha persistente e de baixa intensidade que fica doendo as costas e causa aquele desconforto, mas não chega a doer como uma cólica menstrual. Ela também pode vir acompanhada de leves pontadas no pé da barriga, a região do baixo ventre. Eu tive cólica e as pontadas nas duas gestações. E como nunca tinha isso na vida, foi o que me ligou e eu disse “Opa! Tem alguma coisa aí!” *risos*.

Não fique esperando os enjoos súbitos, o sono excessivo e a fome desenfreada!!

Isso só vem mais pra frente!

Fique atenta aos seus seios. Os seios também ficam literalmente mais quentes no início da gravidez, com as veias mais aparentes e os bicos ficam muito sensíveis. Eu não conseguia usar sutiã nos primeiros 2 meses de gravidez, era muito incômodo!

E com o passar dos dias, você pode notar algumas “bolinhas” nas auréolas, chamadas “Tubérculos de Montgomery”, que vão ajudar na amamentação pois são as responsáveis pela proteção da mama contra bactérias. Essa região também pode escurecer um pouco. Os meus ficaram bem escuros.

E aí sim, os enjoos podem começar e você pode começar a sentir o gosto das coisas 10 vezes mais!

Pasta de dente, frutas…café…tem uns cheiros e sabores que se tornam até insuportáveis. E geralmente são alimentos e coisas que você gostava – até então -.  Mas isso não é regra. Eu mesma não enjoiei nada e não vomitei nem 1 única vez em nenhuma das gestações. E nem tive muitos desejos esquisitos, rsrs!!

Minha barriga só ficou evidente depois dos 5 meses e eu ficava louca com isso! Queria exibir o barrigão na rua, colocar batinhas de grávida e nada!

Sofri com prisão de ventre, dores de cabeça e sono, muito sono.

Pois é…a gravidez ,às vezes, pode te causar desconfortos que não são tão comentados por aí.

Por isso, vale a pena ficar de olho no seu corpo e nada de se desesperar!

E se você tem alguns desses sintomas, como cólicas recorrentes, corrimentos com coloração e espessura diferentes das habituais, dores nas mamas e nas relações sexuais e não é gravidez, tem que procurar seu ginecologista e investigar!

Afinal, algumas situações, como Endrometriose e cistos ovarianos, apresentam esses sintomas. Ou até mesmo uma inflamaçãozinha uterina. O importante é não esperar que cure com o tempo.

Não se esqueça de fazer seus preventivos de câncer do colo do útero anualmente e de manter bons hábitos. Nosso corpo é o templo da nossa alma neste plano terrestre. Precisamos cuidar bem dele e evitar excessos.

Excesso, só de amor e, de preferência, o próprio!

Beijos!

Imagem: UaiDivas


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more