Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Às vezes a gente se apega às pessoas e não percebe que, assim, mantemos relações tóxicas. É comum falar em relacionamento abusivo e associar à relação de um casal, mas a verdade é que o abuso pode acontecer em qualquer tipo de relação. E acredite: também acontece (e muito!) em relações de amizade.

Não é fácil perceber que você está em uma amizade abusiva. Na maioria das vezes, a gente demora muito para se dar conta. Por isso, decidi compartilhar alguns sinais comuns de uma relação de amizade que não é saudável.

Sinais de uma amizade abusiva

amizade abusiva

Imagem: Pinterest

1. Tudo precisa sair exatamente do jeito que o seu amigo ou amiga quer

Quando o outro não está disposto a considerar o teu lado, a te escutar, a tentar conciliar as coisas de um jeito que agrade a vocês dois, deixa de ser uma relação e passa a ser apenas o desejo de um, mesmo que, para que este desejo aconteça, você precise se sacrificar. Geralmente, neste contexto, temos alguém que sempre dita as regras (ou que é temido), e o outro é aquele que se cala e se reprime por colocar a vontade alheia acima da sua.

2. O seu amigo ou amiga acha que nunca erra e que a culpa é sempre sua

Somos humanos e, portanto, todos falhamos. Errar é inevitável e reconhecer é preciso. Em qualquer relação, em algum momento, você vai errar. O mesmo serve para o outro. Se ele for incapaz de enxergar isso, de pedir desculpa, você sempre será a culpada por qualquer conflito. E, infelizmente, é comum absorver esta culpa quando você está em uma amizade abusiva e não percebe.

3. O seu amigo ou amiga sempre quer determinar como você deve agir

Se, ao tentar ser você mesmo, o outro te critica ou tenta mudar o seu comportamento, significa que ele não te aceita como você é e, em qualquer relação saudável, ambos devem se sentir livres e confortáveis para serem exatamente aquilo que são.

4. Seu amigo ou amiga nunca é capaz de ceder

Em qualquer relação, ambos precisam saber ceder. Se você sempre precisa mudar de ideia porque o outro não sabe ceder, você alimenta mais ainda este hábito tóxico e, sem perceber, vai deixando de ser você mesma para agradá-lo.

5. Você prefere deixar de dar a sua opinião (sendo sincera sobre algo) por medo de que isso cause algum conflito

Pessoas abusivas costumam querer impor a qualquer custo aquilo que pensam e, portanto, não aceitam opiniões diferentes das delas. Se você tem receio de dizer o que realmente pensa porque sabe que, se fizer isso, terá problemas, significa que a amizade não te deixa à vontade para você ser honesto consigo e também com o outro.

6. Você carrega uma sensação de que não deve dividir tudo com essa pessoa

Isso acontece quando você não tem total confiança no outro ou tem receio de dividir as coisas que acontecem em tua vida, por algum motivo. Geralmente, em relações abusivas, isso acontece pelo medo da reprovação (que costuma ser constante, já que relações abusivas são conduzidas por pessoas muito críticas) e pela falta de apoio.

Se você se deu conta de que está em uma amizade abusiva, você precisa averiguar se vale a pena conversar com seu amigo ou amiga sobre. Claro que se trata de um assunto muito delicado, que deve ser discutido com muito cuidado e com a consciência de que, talvez, o outro não seja capaz de enxergar/admitir o abuso. Em alguns casos, a melhor opção é se afastar de fato.

Closing Door Leaving GIF - Find & Share on GIPHY

Para refletir antes de tomar uma decisão, algumas perguntas podem ajudá-lo:

  • Como você se sente quando está com essa pessoa?
  • Se você passa por algum problema, sente que pode contar com este amigo/amiga?
  • Você, frequentemente, tem receio de ser sincera com esta pessoa?

Só você é quem sabe se vale a pena levar esta amizade adiante e se, de fato, trata-se de uma amizade de fato ou de uma relação abusiva.

Imagem: Unsplash

@ load more