Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Viver no presente é não dormir preocupado com as tarefas do dia seguinte. É não planejar cada um dos minutos do expediente no escritório. É tentar não se questionar sobre quando aquele seu sonho finalmente vai se realizar. É não sofrer por coisas que podem acontecer – mas que provavelmente não chegarão a se concretizar.

Viver no presente é apreciar o sabor de uma fruta fresquinha. É admirar a beleza do céu naquele dia ensolarado de verão. É se sentir acolhido pela chuva. É curtir os poucos segundos daquele abraço tão desejado de quem amamos. É deixar uma música ou um cheiro te acalmarem naquele dia tenso e difícil.

Viver no presente é ser grato. É se preocupar mais com o que você tem hoje do que com aquilo que pode ter (ou não) no futuro. É deixar o celular de lado porque a melhor recordação não é a foto, e sim a sensação presenciada durante aquela experiencia inesquecível.

Viver no presente é ser feliz. Aqui e agora. De todo o coração.

presente

Quando reflito sobre o presente, reflito automaticamente sobre a maior lei que rege nossa vida: a lei da impermanência. É ela quem nos diz que cada segundo que vivemos é único. Por isso deve ser aproveitado ao máximo. Esta lei também nos ensina que, por melhor ou pior que seja uma situação, ela passará. E outras virão. O tempo segue esta lei, mas sem garantia de data ou de hora. Só nos resta a certeza de que a mudança ocorrerá.

Por isso, não adianta querer viver só de momentos bons, só de vento leve, de dia ensolarado.

É preciso passar pela tempestade, depois pelo deserto, depois pela escuridão. É preciso desapego para pensar menos nas possibilidades e mais na realidade. E não adianta se desesperar, tampouco querer agarrar os momentos, deixando de vive-los para querer guardados.

O melhor que se pode fazer com um presente é desfrutar dele. E é por isso que o presente tem esse nome: porque ele é aquilo de mais belo que o universo tem para nós. É o melhor que há no momento para cada um.

É claro que você merece mais. Eu também mereço.

Mas já não tenho pressa, porque esta ansiedade só me roubou um tempo que não volta mais. Então agora tenho ido mais devagar, mesmo que isso signifique que eu não vá tão longe. Afinal, de que adianta ir longe, chegar lá depressa e depois se perder por não saber mais para onde seguir?

Então eu prefiro apreciar a caminhada e me preocupar menos, focando no presente sem me esquecer do passado, que trouxe tanto aprendizado e momentos bons para recordar. E mesmo assim, sem perder a perspectiva de futuro, através da ação mais efetiva que podemos ter para com o dia de amanhã.

Esta ação se chama FÉ, e é a certeza de que alguém cuida de nós, pensa no nosso dia de amanhã, e que o melhor sempre há de vir. Desejo que você, mesmo na escuridão, possa se lembrar que o dia logo há de raiar.

E quando o sol estiver brilhando, que seja capaz de aproveitar como se ele fosse o último, sabendo que a noite não tarda a chegar.

Imagem: Pexels


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more