Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Já percebeu quantos profissionais se sentem esgotados e cansados mesmo quando a semana mal começou? Muitos desses profissionais estão sofrendo de stress no trabalho, uma doença dos tempos modernos e que não para de chamar a atenção dos estudiosos em saúde.

Antes de mais nada vamos entender o que é stress e os efeitos sobre as pessoas. O stress podemos assim dizer, é uma reação psicofisiológica que se manifesta em situações de medo, excitação ou até felicidade. Psicofisiológica, pois o stress promove uma baixa na resistência física e afeta o sistema imunológico (observe a pressão, gripes após aborrecimentos, queimação estomacal, etc). Nosso corpo reage ao stress.

Sobrecarga de trabalho e na família, o relacionamento com a chefia, a autocobrança para ser melhor, a falta de união e cooperação na equipe, o salário insuficiente, a falta de expectativa profissional e também o meio social, podem ser causadores de stress no trabalho. São conflitos de valores pessoais e organizacionais que, por conseguinte geram a desmotivação do profissional. E por isso deve sempre ser analisada pelo gestor direto.

stress no trabalho - 1

Infelizmente há muitos casos onde o fator estressante é o gestor. De qualquer forma precisamos descobrir a causa do problema e desenvolver estratégias de enfrentamento para lidar com as fontes de stress no trabalho. Quanto mais estratégias você implementar na sua rotina, mais resistente você será aos estressores.

Há situações que seriam estressantes para todos, como guerra, sequestro, fome, assalto, perdas sérias, ocupações, conflitos interpessoais, mudanças de grande porte, entre outros. Mas nesse artigo quero colocar os casos especificamente relacionados ao ambiente profissional.

As fontes mais comuns, identificadas em pesquisas de mestrado e livros que tratam o assunto, são:

  1. Excesso de atividades por longo período de tempo;
  2. Conflitos de interesses e valores;
  3. Dificuldades interpessoais (timidez em uma posição que exige exposição);
  4. Ruídos no ambiente de trabalho (muita gente falando ao mesmo tempo);
  5. Dificuldade em lidar com cobranças (em posições com metas agressivas);
  6. Pessoas desorganizadas ou sem preparo (gerando retrabalho);
  7. Falta de planejamento (apaga-se incêndio o tempo todo);
  8. Falta de cooperação (não tem um espirito de time na equipe);
  9. Falta de reconhecimento;
  10. Dificuldade em lidar com chefe;
  11. Problemas com recursos para trabalho (falta de equipamentos);
  12. Problemas administrativos (falta de processos por exemplo).

Estou com stress no trabalho?

stress no trabalho - 2

Como falei lá em cima, nosso corpo e mente dão sinais visíveis de alerta. Muitas vezes racionalmente não cai a ficha que estamos estressados, devido ao corre-corre da vida. Por isso vou te convidar a um momento de reflexão para uma autoanálise crítica. Respire umas três vezes profundamente e comece a pensar em algumas situações do seu dia.

  1. Tensão muscular, tais como aperto de mandíbula, dor na nuca, etc.;
  2. Hiperacidez estomacal (azia) sem causa aparente;
  3. Esquecimento de coisas pequenas e corriqueiras, como o número de um telefone que usa com frequência, fatos, nomes ou tarefas, mesmo as mais simples, onde pôs a chave etc.;
  4. Irritabilidade excessiva;
  5. Vontade de sumir de tudo;
  6. Sensação de incompetência, de que não vai conseguir lidar com o que está ocorrendo (autodúvidas);
  7. Pensar em um só assunto ou repetir o mesmo assunto, como se desse uma travada no pensamento;
  8. Ansiedade (não aquela ansiedade feminina comum, mas uma sensação mais intensa que o habitual, quase como um medo)
  9. Distúrbio do sono, ou dormir demais ou de menos;
  10. Cansaço ao levantar, mesmo com uma boa noite de sono;
  11. Trabalhar com um nível de competência abaixo do seu normal;
  12. Sentir que nada mais vale a pena, até mesmo pelas coisas que antes davam prazer.

Se você marcou de 4 a 8, considere mudar seu estilo de vida e de hábitos você está com stress no trabalho. Acima de 8, recomendo ajuda profissional. Em todo caso após a marcação busque identificar se as fontes são externas (colegas, chefe, trabalho, etc) ou internas (crenças limitantes, programação mental sabotadora).

Algumas frases de alerta que você pode pronunciar ou ouvir:

  • “Quando tenho muitos projetos para fazer fico até desnorteado.”
  • “Não consigo trabalhar bem se sei que tenho uma pilha de coisas para fazer.”
  • “Trabalhar todo dia até tarde sem descanso? De jeito algum, não aguento.”
  • “Na véspera de algo importante, já fico com muita angústia, mesmo que saiba o que fazer.”
  • “Sempre que vou fazer algo novo ou conhecer gente nova me dá uma confusão na cabeça e demoro para me situar.”
  • “Tenho certeza de que vou encontrar erros neste relatório, faça de novo antes de eu ler.”
  • “Tenho que olhar tudo, pois ninguém aqui faz nada direito.”
  • “Não dá para tirar férias, não confio em ninguém para fazer meu trabalho.”
  • “Tenho que fazer tudo certinho pois o que vão pensar de mim?”

Quais estratégias adotar:

stress no trabalho - 3

1. Pratique exercícios físicos

Nada como uma boa caminhada para ajudar as “INAS”. Não conhece elas? É o nosso quarteto da felicidade e do prazer: Dopamina, Serotonina, Oxitina e Endorfina. Ajude seu organismo, coloque um tênis e saia para caminhar por shoppings, museus, parques, alamedas, galerias, praias, enfim se coloque em movimento.

2. Desacelere um pouco

Nada de correr de um lado para o outro, por não dizer NÃO aos pedidos de ajuda, as tarefas delegadas e a agenda de reuniões que não agregam nada.

3. Faça uma boa alimentação

Nada como desembalar menos e descascar mais. Uma alimentação equilibrada é vibrante, então faça um prato colorido e tenha mais saúde. Legumes, verdura, frutas, carnes brancas, soja, integrais e muita, mas muita água mesmo. Ah! Escolha bem com quem você sai para almoçar, pessoas que só reclamam não ajuda a sua digestão. Se for o caso troque sua companhia da hora do almoço.

4. Celebre as pequenas conquistas

Não deixe passar em branco uma entrega de uma tarefa que você dedicou horas para fazer. Tirou uma nota acima da média, comemore. Recebeu um elogio, vibre.

5. Descubra suas fontes de prazer

Um cineminha, um bombom especial, um drinque, enfim, seja o que for que te deixa feliz. Use a seu favor, fazendo coisas que te dão prazer, nem que seja uma vez ao mês. Mas se permita! Eu sempre recomendo as minhas clientes o dia do “EU ME PERMITO”.

6. Meditação e relaxamento

Aprenda a silenciar sua mente, respirando profundamente, fazendo silêncio, orando, ouvindo um som relaxante, agradecendo, etc. Uma dica de um consultor que li, chamado Roxi Hewertson, é o de buscar encontrar nossa empatia e compaixão conosco.

7. Informe-se

Leia bons livros, troque ideias com as pessoas e procure perceber o que está acontecendo a sua volta. Ops! Não é fofocar não, é falar sobre modelos, metodologias, alternativas para fazer uma tarefa. Fale de ideias e não pessoas.

8. Sorria

Mesmo que o você esteja sem energia, procure sorrir, alguns artifícios (desenhos animados, piadas, filmes e amigos). Esse pequeno movimento facial fará uma enorme diferença na sua vida, pois quando você sorri para alguém, recebe um sorriso de volta. E o sorriso é contagiante, além de tornar você mais atraente, confiante e atrai relacionamentos gratificantes.

stress-no-trabalho

Espero sinceramente que você não esteja sofrendo de stress no trabalho, mas se sim, vou novamente me propor a te ajudar. Não adianta me mandar uma frase e querer um diagnóstico, agende uma sessão e faça uma avaliação. Stress no trabalho é mais comum do que você imagina, mas tem solução e formas de reduzir.

Imagem: Pinterest

@ load more