Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

O que seria isso? Como assim? Quer saber? Leia com atenção e descubra como anda sua Vida x Casa.

Como profissional no segmento de consultoria e organização residencial há alguns anos, venho observando através de clientes e amigos, que dependendo de sua fase de vida, tanto a organização como alguns aspectos de sua casa estarão presentes, como um espelho, refletindo seu ciclo de vida naquele momento.

Seria uma regra geral? Claro que não!

Mas, posso afirmar como boa observadora e ouvinte que a profissão requer que as evidências são frequentes.

Consigo facilmente detectar através de meu retorno tempos mais tarde, após meses ou anos, naquela mesma residência que permaneci por dias ou semanas, dentro de um projeto de organização que algo mudou.

Não estou apenas ressaltando a organização realizada e, que às vezes, não foi devidamente mantida, mas da casa que conheci durante aquele período que estive por lá.

E, olha, não estou falando de decoração, luxo e qualquer outra sofisticação de ambiente, mesmo porque, presto serviço para todas as classes sociais.

Estou mencionando algo muito mais profundo e sincero: energia – Sim, a energia daquela casa mudou!

Quando passamos por algo de bom ou ruim em nossas vidas, como costumamos chamar “certas fases”, refletimos em nossos semblantes o que sentimos de bom ou ruim.

E, como mulheres, profissionais e donas da casa, vamos espalhando as nossas energias pelos ambientes em que vivemos. Evidente, nossa casa, nosso santuário, nosso aconchego será sempre o ambiente determinante para atrair nossas energias boas ou nem tanto assim…

Voltando aos clientes, a mesma coisa com eles. A casa de antes colorida, confortável, clara, precisava de uma organização em alguns ambientes pontuais, mas, o assunto aqui, não é organização de espaços como closet, armários, lavabos, despensa, home office, área de serviço, louceiro e por aí vai…

O assunto aqui é como estamos conectados com a nossa casa!

Posso citar alguns exemplos:

Uma cliente fez contato para fazer uma nova visita técnica a fim de avaliar e fazer novo projeto de organização.

Estive lá anteriormente há exatamente oito meses, e percebi imediatamente que ela estava diferente e a atmosfera da casa idem.

Fiz como de costume, avaliando o local da futura organização, porém atenta a ouvir o que ela tentava me passar e, ao mesmo tempo, observando de uma forma discreta a transformação do ambiente daquela casa.

Em tão pouco tempo a mesma casa outrora colorida, florida e vibrante, estava com uma atmosfera cinzenta, nublada e triste. Foi quando ela muito emocionada me contou que o novo espaço, um quarto que era utilizado para hóspedes, seria ocupado por ela.

Deixaria o quarto suíte, lindo, com closet casal projetado para cada item e se mudaria para um outro aposento simples com um único armário embutido, pois não suportava mais compartilhar aquela suíte sem a presença do marido.

Inicialmente, achei que pudesse ser uma viuvez, mas foi um divórcio triste e dolorido.

Olha, aí, o espelho refletindo o novo ciclo!

Há aproximadamente um ano e meio, fiz uma organização na casa de uma cliente, no auge dos seus setenta anos de idade, que me recebeu cabisbaixa e melancólica em um apartamento enorme, com móveis pesados e escuros, um ambiente triste, sem cor.

Mais à frente soube que era recém viúva, com filhos adultos, os quais moravam fora do Brasil. Morava ela e uma empregada de muitos anos na família.

Naquela época, fui contratada exatamente para fazer a triagem e organização dos pertences de seu marido, pois ela não tinha coragem de tocar e, muito menos ficar com alguma coisa do falecido, assim, sugeri que colocasse em leilão, o que foi feito com sucesso.

Há alguns meses, retornei na mesma casa para uma nova organização, porém, agora, fui recebida por uma mulher falante, alegre e muito bem fisicamente. Segundo a mesma, sempre praticou natação e possui uma alimentação muito equilibrada, por isso estava tão bem de saúde.

O mesmo apartamento estava com outros móveis, cores e muitos jarros de flores espalhados pelos cantos. Elogiei a nova decoração e soube que havia encontrado um novo amor, e por isso, queria fazer uma nova organização em seu closet para adquirir mais espaço para a novo morador.

Olha aí a nova energia!

Quando a profissão não está muito bem! Um trabalho que não mais te emotiva a sair de casa todos os dias e você vai aos pouquinhos, ligando o piloto automático e esquecendo que existe vida além daquela labuta diária que não te preenche mais como profissional.

Fui contratada por uma cliente muito especial que como poucas sabia exatamente como queria a sua organização. Era uma executiva prática, casada, sem filhos, na casa dos seus quarenta anos, morando em um apartamento pequeno e confortável.

No entanto, logo de cara senti o ambiente tenso, frio e indiferente. Ela mesma desabafou que não tinha vontade de fazer nada em casa – nem mesmo a troca dos panos de cozinha (sic).

A casa não tinha o toque especial da dona da casa. Toda semana era uma viagem, reuniões e que o ritmo vibrante do passado estava desgastado no presente.

Tempos mais tarde, tive o prazer de acompanhar a organização de sua pré e pós-mudança para uma nova casa, e, não era apenas o novo endereço que havia mudado e, sim, tudo que orbitava à sua volta.

Havia saído do antigo trabalho, estava iniciando uma sociedade em projetos de decoração com uma amiga e estava grávida de seu primeiro filho! Nem preciso falar que a casa ficou linda e cheia boas energias mesmo sem os novos móveis.

Olha, aí, o novo ciclo!

Sinceramente, poderia exemplificar muitos e muitos casos, como esses acima que foram os que mais me marcaram, mas existem muitos outros.

O que na verdade gostaria de passar de conteúdo através deste artigo é que devemos estar antenadas aos ciclos de nossas vidas, mesmo que em algum momento, a energia esteja baixa, não a deixe se instalar por muito tempo em você e muito menos na atmosfera de seu refúgio. Sua casa!

E, você, está esperando o quê para renovar as energias da sua casa?  Comece por você!

Imagem: Unsplash

@ load more