Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

O mercado de trabalho também acompanha as mudanças sociais e tecnológicas. Com tantas novidades dentro das empresas, não tinha como evitar mudanças no formato, no funcionamento das empresas, independente do tamanho ou área de atuação.

A boa notícia é que muitas dessas mudanças se encaixam com o que as mulheres têm buscado: flexibilidade e liberdade para gerenciar seus diversos papéis e que suprem seus anseios profissionais.

Afinal de contas, buscamos liberdade financeira sem abrir mão da rotina que já construímos; queremos trabalhar com o que gostamos sem abrir mão de fazer o que amamos; buscamos depender apenas no nosso próprio esforço.

No artigo de hoje, listei as 4 tendências do mercado de trabalho que favorecem você: mulher que busca independência. Confira:

Tendências do mercado que favorecem as mulheres

1. Protagonismo da própria carreira

Empreender é a palavra-chave. E se engana quem pensa que só é possível empreender tendo seu próprio negócio. Empreender é compreender que você constrói seu próprio caminho, e que seu sucesso depende da sua criatividade, inovação, resiliência e proatividade.

Ser protagonista da própria carreira é deixar de depositar no seu empregador a responsabilidade do seu sucesso. É empreendedor e protagonista da própria carreira aquele que passou de estagiário a diretor, se destacando na jornada e tornando possível a subida de cada degrau.

As empresas e o mercado como um todo anseiam pessoas com essas capacidades.

2. Profissões digitais

As profissões que podem ser exercidas exclusivamente com o uso de um computador estão transformando o formato das empresas e como se trabalha. Cada dia mais startups surgem com soluções que facilitam ainda mais o exercício de profissões online.

O mais interessante é assistir inúmeras profissões tradicionais e que antes eram obrigatoriamente analógicas, migrando para o universo digital. Já ouviu falar nos escritórios de contabilidade 100% online? escritórios de advocacia? consultores e professores?

No universo dos uns e zeros não existem mais barreiras, e o que gera as oportunidades é a criatividade.

3. Profissional independente

Refletindo sobre o tópico anterior, a figura do funcionário tradicional, CLT que passa 8 horas por dia dentro da empresa, já não é mais regra no novo cenário do mercado de trabalho. Essa mudança é consequência de mudanças estruturais nas empresas, mas também no mindset dos profissionais.

Cada vez mais busca-se qualidade de vida no exercício da profissão. O modelo fordista de se trabalhar causou muitos danos físicos, psicológicos e sociais nessa geração, que percebeu a tempo de se mexer e repensar os padrões impostos.

Os novos profissionais querem se conectar com mais empresas e mais equipes, fazer seu próprio horário e trabalhar sob demanda.

Esse formato também favorece as empresas: sem as amarras burocráticas da CLT, as empresas podem contratar especialistas por demanda, sob contrato, e possuir sempre uma equipe eclética e renovada de acordo com as necessidades de cada projeto.

4. Trabalho remoto

É uma tendência que derivou do tópico anterior. Contratar profissionais que trabalham de forma remota é um facilitador para todos os lados. As empresas deixam de ter o limite geográfico para agregar pessoas de valor à suas equipes. Os profissionais independentes têm mais oportunidades de trabalho por poder trabalharem para empresas de qualquer lugar.

Esse tendência cresceu tão rápido que já é comum encontrar co-workings em todas capitais ou até mesmo em cidades que não são consideradas grandes. Se você ainda não ouviu falar sobre, eu explico: são lugares que alugam salas ou baias por hora, dia ou mês, sem burocracia de contrato e te isentando de toda estrutura (energia elétrica, água, internet). Muitas vezes, até oferecem mais benefícios, como cozinha e espaços de descanso.

Outra forma de trabalhar remotamente é montar uma estação de trabalho na sua casa: o famoso home office.

Bora arregaçar as mangas e sair na frente acompanhando as tendências do mercado?

Até o próximo artigo!

Imagem: Pexels

@ load more