Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Uma vez eu ouvi essa frase: “É muito solteiro apaixonado e um monte de casal fingindo amor”, e nunca mais esqueci. Isso ficou impregnado na minha cabeça por um longo tempo e eu fiquei intrigada com essa frase. Afinal de contas, as relações são mesmo superficiais? Namorar hoje, é  só uma questão de conveniência? Quando é que acontece o amor? Aliás, quando é que o status se torna importante?

O Dia dos Namorados está se aproximando e eu tenho certeza que se você está solteira há muito tempo, assim como eu, esperava ao menos poder passar pela data de maneira diferente este ano, né?!

dia dos namorados solteira

Mas relaxa, ao contrário do que todo mundo diz, sim, aquelas coisas do tipo: “Ah, você está sozinha porque quer”. Estar sozinha há tanto tempo, às vezes é só a prova do quanto você acredita nas relações. Mais do que isso, às vezes é a prova do quanto você acredita no amor.

Eu sei, são muitas as perguntas e as respostas ainda estão embaralhadas né?! Vamos por partes.

Primeiro, sim, muitas relações são superficiais. Na verdade, todas se tornam superficiais quando o coração deixa ser o norte, o eixo para que tudo aconteça.

Para muita gente, dizer que namoro e relacionamento são apenas conveniências, é quase uma ofensa. Mas isso na verdade nos leva novamente ao coração. Se o coração não é o eixo central de tudo, sim, as relações são apenas conveniências. E nem venha me dizer que isso é exagero ou discurso pré-pronto, porque o ser humano é assim. É mais fácil optar pelo mais fácil SEMPRE!

Mas se nem sempre o coração é o motor que rege uma história, quando é que o famigerado amor acontece? Eu lhe digo, mais uma vez, quando a porra do coração coordena tudo e se não coordena, não acontece.  E sobre o status, ele se tornou importante quando ter passou a valer mais do que ser.

Na verdade, se eu tenho algo para dizer à você que vai passar essa data com o status que não queria, é o seguinte: seja!

Não se deixe levar. Eu sei que é mais fácil escolher o mais fácil. Eu sei que às vezes é um saco olhar ao redor e se sentir vulnerável ou as vezes muito sozinha. Mas acontece que colocar qualquer outra coisa para reger suas relações, que não seja o coração, é dar vazão para mais confusão. Não prostitua seus sentimentos. Agir com o coração não é dar atestado de trouxa, tudo bem que muitas vezes parece, mas não é!

Agir com o coração, é ter consciência que não importa como, ou de que maneira, o amor vá acontecer, mas apenas que ele vai acontecer.

Sendo assim, seja você, seja aquilo que tanto procura. Seja o sorriso leve e cheio de ternura. Seja amor com ou sem namoro. Afinal, se tem uma cosia que anda em falta é isso, o amor.

Acorda menina, colocar o coração em tudo, é ter o dom de amar, ainda que não tenha amor!

Imagem: Pexels

@ load more