Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Muita gente tem aquele medo ou preconceito de fazer sexo anal. Ou melhor:

*Queimar a rosca;
*Sentar no kibe;
*Abrir as pregas.

sexo anal

Mas agora, “Kiridaaaa”, vou ensinar alguns truques para dar o fiofó que são tiro e queda.

Muita gente tem curiosidade sobre sexo anal e tem vontade de fazê-lo mas, ao mesmo tempo, o medo é grande. Medo de que vá doer, ou que vá machucar a região, ou ainda de te “deixar toda frouxa”.

Algumas pessoas até tentaram esse tipo de penetração, mas sentiram dor ou desconforto e desistiram. A dor pode acontecer porque a região não é lubrificada como a vagina, e também porque é um lugar mais estreito e com uma grande força de fechamento esfincteriana (essa força é necessária para segurar as fezes e gases intestinais).

Sendo assim, vou te passar algumas dicas para não sentir dor no sexo anal e dominar a prática:

1. É impossível fazer o sexo anal se estiver tensa.

É importante que, na hora do sexo anal, tenham muitas preliminares e carícias na região. O ânus é sensível e as carícias são muito bem-vindas.

Além disso, o parceiro deve ir devagar: primeiro introduzir um dedo, sempre esperando o reflexo anal passar. Somente depois deve introduzir o pênis, e de forma gentil. Depois que o pênis entrou todo, pode-se fazer os movimentos desejados. Mas lembre-se: quem vai decidir a velocidade, o tamanho da piroca que vai entrar e outros detalhes é a pessoa que está oferecendo essa parte do corpo considerada tão “especial” nas práticas sexuais.

2. Use um bom lubrificante

Sexo anal sem lubrificante não existe. O ânus não tem lubrificação como a vagina, então TEM que usar lubrificante.

Existem dois tipos de lubrificantes para sexo anal: o a base de água (indico o K-intt), e o a base de silicone (indico o Touch me). Pelo amor de DEUSSSSSS: não use substitutos caseiros como cremes corporais, óleo de cozinha, condicionador ou manteiga.

Mas e o gel dessensibilizante vendido em sex shops, pode?

Pode sim! Esses géis diminuem a sensibilidade dolorosa, mas mantém o prazer e as sensações. E caso a pessoa sinta que a penetração está forte ou machucando, o melhor a se fazer é interromper o ato sexual mesmo e se preparar mais.

O que NÃO PODE: anestésico usado por médicos.

O anestésico tira totalmente a sensibilidade, então, se houver sangramentos, cortes ou se a penetração for muito violenta, a pessoa não vai sentir, podendo sofrer lesões mais graves.

3. Use camisinha

O ânus absorve com mais facilidade as secreções contaminadas com vírus e bactérias.
O pênis pode se contaminar com as bactérias da região, o que causa infecções. Logo, as infecções sexualmente transmissíveis (antigamente chamadas “doenças sexualmente transmissíveis”) são também transmitidas por esse tipo de relação. O mais seguro a se fazer, então, é usar camisinha e se proteger.



4. Melhor posição para o sexo anal

A melhor dica é ficar de lado, tipo de conchinha. Assim você consegue controlar a entrada do pênis e, ao mesmo tempo, fazer a estimulação do clítoris.
Ou também de barriga para baixo, colocando um travesseiro na barriga para empinar o bumbum.

E de quatro, eu posso dar???

Amiga se você for bem corajosa e experiente pode sim, claro. Você pode o que quiser!

Enfim, espero que tenha gostado e se sentido mais confiante em fazer sexo anal! Afinal, “Dako é bom, Dako é bom, Dako é bom.”

Imagem: via Cosmopolitan

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more