Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Tudo passa…

A saudade que eu sentia ontem não é a mesma de hoje, a intensidade não é a mesma, nem o gosto é mais tão amargo.

A verdade é que no começo parece que não vai passar.

Que a tendência é se perpetuar e aquilo parece o início do fim, mas com o tempo a dor no peito se ameniza e apesar de não notar de cara, o nó vai se afrouxando, o peito vai desafogando, as lagrimas não são mais uma constante.

Em algum momento paramos de se perguntar com quem ele deve estar, se tem compartilhado o seu calor nos braços de outra pessoa.

Paramos de abrir e fechar aquela última mensagem, paramos de fitar aquela antiga foto, paramos de ficar rebobinando aquele último encontro e todas as últimas palavras.

E quem disse que seria uma tarefa fácil? Deixar de amar e negar o que o coração sente?

Todo mundo fala que devemos levantar da mesa quando o amor já não está sendo servido, mas ninguém fala sobre a fome que você vai sentir, até as migalhas vão lhe fazer falta.

Mas, a verdade é que passa.

Quando perceber, vai estar tocando aquela música no rádio, você vai estar cantarolando sem nem notar que as lágrimas não insistem em rolar, que a lembrança não vai te visitar.

É que uma hora, depois de excluir todas as mensagens e sair das redes sociais, evitando qualquer espaço em que um encontro possa ser selado, uma foto ou esbarrão não surtirão qualquer efeito ou resultado. O coração não vai ficar mais saltado por ver teus passos seguindo outra direção. A angustia não irá apertar o peito pelo fato do seu olhar fitar outro sorriso ou sua mão entrelaçar outra que não seja a minha, nada disso irá provocar qualquer tipo de reação.

Uma hora se segue em frente.

E o passado não se faz mais presente, uma hora a solidão passa a fazer sentido, sei que nos tornaremos grandes amigas caminhando juntas na mesma direção, em algum momento sei que não se sente mais falta.

A verdade é que por mais que tenha sido forte, intenso e importante, o fim sempre é a certeza constante.

Que vivamos a vida no agora, que sejamos capazes de contemplar o presente, sem o medo do futuro ou arrependimento do passado, que cada passo apensar de planejado se entrelace com o acaso e nos surpreenda.

Por mais que seja difícil, um dia você vai perceber que a despedida foi necessária.

Arrumar as malas e partir em direção a outros caminhos faz parte da jornada, às vezes precisamos fazer escolhas difíceis, precisamos de maturidade para ver o que merecemos e o que estão nos oferecendo. Vamos precisar optar pelo amor próprio mesmo com o coração clamando, mesmo com lágrimas nos olhos e com a vista embaçada, vamos precisar ver que permanecer é adiar o inevitável, que é prorrogar o sofrimento.

No mesmo momento que você sofre você também tem certeza que passa.

Passa e você fica mais leve e mesmo que seja difícil uma hora o coração te obedece, e você encontra o GPS, deixa de se sentir perdida.

E quando se der conta estará de novo com o coração aberto, com um sorriso leve e sincero pronta para se entregar para alguém, dessa vez mais madura e consciente e principalmente menos inconsequente, saberá escolher muito bem.

Uma hora agente entende que apenas amar não é suficiente, precisa de muito mais para se fazer presente e para ser realmente feliz.

Eu demorei a entender que o encaixe não servia e que não se deve permanecer onde não há espaço suficiente pra você, no meio da minha teimosia vi com clareza a perda de tempo que é amar sem receber.

Imagem: Unsplash

@ load more