Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

vaporização do útero

Imagem: Pinterest

Você já ouviu falar sobre a técnica de vaporização do útero? Essa tradição milenar expõe a vagina a um vapor de água quente com ervas medicinais, podendo ser definida como um ritual energético e também como um tratamento da ginecologia natural.

Funciona assim:

A mulher deve se sentar ou se posicionar de forma que a bacia com o vapor (posicionada no chão) consiga emitir calor para a vagina. Como ela tem a mucosa fina e sensível, absorve com facilidade as propriedades medicinais das ervas que, no geral, visam contribuir com a saúde íntima e a sexualidade da mulher.

Durante o processo é utilizado um cobertor, ou a mulher deve vestir uma saia longa folgada para auxiliar na absorção do calor. Geralmente, são usadas até cinco ervas diferentes em cada vaporização. É possível misturar várias para diversas finalidades.

Hoje já são comercializados banquinhos próprios para a realização da técnica, que oferece diversos benefícios como:

• Cura de traumas sexuais: como esses traumas ficam registrados no canal vaginal e no útero, a técnica visa promover a cura em casos de abuso, estupro e aborto, limpando as energias negativas deixadas ali por estas memórias.
• Limpeza: há estudos que dizem que ficamos com a energia do parceiro ou parceira por até seis meses depois do ato sexual, por isso a técnica promove uma limpeza.
• Reprodução: a técnica promove o aumento da fertilidade para auxiliar mulheres com dificuldade para engravidar.
• Lubrificação: ela melhora a lubrificação vaginal, amenizando a secura.
• Redução dos maus odores da vagina.
• Relaxamento da musculatura pélvica.
• Vasodilatação local: ela hidrata a região da vagina e do útero, contribuindo para a sua saúde íntima.
• Melhora de desempenho do pompoarismo.
• Contribuição para relações mais prazerosas.
• Prevenção de doenças do útero e bexiga.
• Redução das dores, inchaços e desconfortos causados pela TPM, pela exaustão pós-menstrual, pós-relação sexual ou cirurgias ginecológicas.
• Redução dos sintomas da menopausa.
• Aceleração do processo de recuperação do sistema após o parto.
• Pode ser utilizada como coadjuvante no tratamento de cistos de ovário, mioma, endometriose e outros problemas da região.

Acredita-se, também, que a técnica aumenta a vitalidade, a nutrição e a vibração do corpo, além de despertar o potencial criativo da mulher.

Nature GIFs - Find & Share on GIPHY

Me senti muito mais leve depois da primeira vaporização que fiz. Passei a fazer com frequência e notei uma grande melhora nos sintomas da TPM e na lubrificação vaginal”, relata Renata Chiarotto, criadora da Elo Mágico e psicóloga que trabalha com o Sagrado Feminino, oferecendo também sessões de vaporização do útero com o intuito de ajudar mulheres.

Embora seja recomendada para muitos casos, a vaporização do útero não pode ser realizada nas seguintes situações:

• Durante a menstruação;
• Em casos de sangramento, infecções vaginais ou feridas abertas;
• Em mulheres que usam DIU;
• Na gestação;
• Em pessoas que não reagem bem, por alguma enfermidade, ao contato com calor ou vapor.

Segundo Renata, em um atendimento completo você pode fazer a vaporização do útero com um objetivo específico (ou mais de um).

Ela também gosta de complementar a técnica com meditação guiada pelas Medicinas da Floresta, tiragem de oráculos do Sagrado Feminino, escalda-pés, bênção e benzimento geral, para resultar em uma cura mais profunda. Também é possível utilizar, quando necessário, pomadas que reduzem o inchaço dos seios e do ventre no período da TPM.

É importante ressaltar que a técnica não visa substituir a medicina tradicional, principalmente em casos de enfermidade. Ela é somente uma forma de conectar a mulher com o seu íntimo, ajudá-la na cura de processos emocionais dolorosos e contribuir para a satisfação da vida sexual.

Eu experimentei a técnica e, particularmente, adorei!

Acho que tudo o que envolve a poderosa natureza e tem o objetivo de melhorar o nosso corpo, mente e emoções, é válido.

Se você também já experimentou, conta para a gente como foi a sua experiência! 🙂

Imagem: Bertaartigal


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more