Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

De uma coisa a gente já sabe: ninguém conseguirá te proporcionar uma felicidade verdadeira e imensa além de você mesma. Logo, responsabilizar as pessoas e as circunstâncias por essa tal felicidade é uma passagem direta e só de ida pro país da frustração. Só que uma dúvida que nunca se calou: por que isso funciona assim?

A felicidade é uma escolha sim!

felicidade

Tradução: eu não posso/sim eu posso!

E a decisão de ser feliz sempre está em nossas mãos. Acontece que isso é difícil de entender porque a gente costuma acreditar que a felicidade não vem de nós, mas para nós. Só que a verdade é que, raciocina comigo: esse sentimento é SEMPRE interno. A gente é quem tem condição de colocá-lo para fora. Ou seja? A capacidade de SER genuinamente feliz é tão e somente SUA.

Vou usar um exemplo para te explicar isso melhor: sabe quando uma pessoa muito querida adoece, e tudo o que podemos fazer é cuidar dela e garantir que ela se sinta muito amada? Essa sensação de “impotência” chega até a enlouquecer de vez em quando, né? Afinal, a verdade é que gostaríamos de arranjar um jeito de entrar nessa pessoa e tirar toda a sua dor, ou sugar um pouco dela para nós mesmos. Mas a gente consegue? Não. E sabe por quê? Porque essa dor é só dela. Não podemos controlar suas emoções, nem muito menos sentir por elas.

A gente é capaz de ajudar, transmitir alegria e boas energias, mas não de produzi-las para os outros.

felicidade

E olha, se isso fosse possível, o mundo ia ser um lugar muito mais bacana, né? Ou então muito caótico. Já pensou se alguém conseguisse entrar na cabeça do Bolsonaro e fazê-lo amar a todos de forma igual? Ou então já pensou se ele mesmo conseguisse entrar na cabeça das pessoas e torná-las misóginas e intolerantes? Deus me livre, né?

E é EXATAMENTE por isso que a nossa individualidade e consciência são coisas tão importantes. E é por isso que você precisa entender, de uma vez por todas, que ser feliz só depende de você justamente por cada um de nós sermos únicos. Terceirizar a felicidade para acontecimentos externos e outras pessoas é tentar (e não conseguir) tirar uma responsabilidade de você que, na verdade, deveria ser enaltecida.

Quando a gente pensa na ideia de criar a própria felicidade, imaginamos logo uma tarefa impossível. Mas sabe, se pararmos para refletir sobre como produzi-la, percebemos que não é tão difícil assim. Acontece que a gente confunde muito as coisas. Felicidade pode ser mais do que um mero sentimento. Faça dela um estado de espírito. Não é porque estamos para baixo NAQUELE dia que não somos felizes no geral.

Não é possível viver SEMPRE feliz, mas é possível cultivar a felicidade de um modo geral no dia-a-dia

E sabe como faz isso? Bem, na verdade eu acho que você já sabe, mas NÃO sabe que sabe! Hahahaha, eu sei, confuso, mas saca só: quando a gente tá NA FOSSA, o crush pisou geral e tudo o que conseguimos fazer é chorar, qual é uma das primeiras coisas que fazemos? Encontrar conforto naquilo que a gente gosta, né? Pode ser tomar um pote inteiro de sorvete, fazer maratona de comédia romântica, escutar música alta, dormir e etc. E ó que louco: essa é uma das formas que a nossa consciência cria para continuar mantendo a felicidade ali, firme e forte.

felicidade

Tradução: Bem melhor!

É se dar um tempo, se afagar, se entender e abrir uma brecha. Quando a gente acha que chegou no fundo do poço, pode ter certeza de que nunca é bem assim. Só o ato de se render por um instante e sofrer pelas perdas e erros é uma forma de dizer ao mundo que sim, o dia tá uma merda, mas nem sempre vai ser assim.

Nessa hora, surge uma palavrinha MUITO popular no dia-a-dia que ficou até um pouco banalizada com tanta hashtag: GRATIDÃO. Para entender que a felicidade só depende de nós, é preciso ter mais consciência dessa palavrinha mágica. É olhar para um cenário geral e se sentir grato pelas coisas que te fazem bem. E sim, você pode ser grato até ao inventor da Coca-Cola que, em um belo dia, resolveu criar o melhor refrigerante do mundo. É saber encontrar as coisas boas no meio dessa bagunça que criamos.

E é aí que, depois de procurar um pouco, a gente encontra a felicidade novamente

Para SER feliz, não é preciso, necessariamente, ESTAR feliz naquele momento. Na verdade, a felicidade é aquela coisa que tira a gente dos buracos e redemoinhos da vida. É ela quem te dá um sacode e te ajuda a balançar a poeira e dar a volta por cima. É ela que te dá forças para se levantar todo o dia. E é por isso que É TÃO IMPORTANTE que você entenda que SÓ VOCÊ MESMA pode cultivá-la.

Não condicione sua felicidade aos acasos, sabe? Não pense que será eternamente feliz porque conseguiu um emprego em tal lugar, ou porque o crush correspondeu, ou porque não choveu, ou até mesmo porque uma pessoa muito querida sarou de uma doença, ou saiu de uma situação complicada. Felicidade não é SÓ isso. A vida continua, o mundo se levanta e dorme todo dia, o planeta continua girando, as pessoas e as coisas vêm e vão, e nós mesmos também temos um prazo de validade.

A verdadeira felicidade é aquela que só você produz.

felicidade

Imagem: Cécile Dormeau

É aquela que você sabe que SÓ DEPENDE de você. Teve um dia ruim? Dê-se um crédito, poxa. Vá comer um bolo, deitar mais cedo, sair com os amigos ou seja o que for. Recebeu uma notícia ruim? Faça algo que gosta para se distrair, medite, reze ou pratique qualquer outra coisa que te dê conforto.

Comece a enxergar para além das nuvens e temporais. Aceite e assuma: só você é dona da sua felicidade. E aí, quando você finalmente se acostumar com a ideia (pode demorar um tiquinho) vai ver o quanto ter todo esse poder e responsabilidade é sensacional.

Imagem: @chuviscoderisco


E o que vocês responderiam a essa pergunta aqui abaixo, feita por uma de nossas usuárias do Clube Superela?

@ load more