Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

É muito comum que algumas mulheres se fixem emocionalmente e de forma compulsória a algum homem, principalmente se este homem tiver sido seu primeiro parceiro sexual.

(Adendo: Nem sempre sexo é sinônimo de prazer para algumas mulheres, que por incrível que pareça, embora sejam casadas, ou namorem, nunca alcançaram um orgasmo). Pausa. Pasmem.

Mas vamos imaginar uma mulher que estava dentro de um relacionamento estável, e saudável sexualmente, se separe ou termine o namoro… Provavelmente, ela terá dificuldades de se relacionar sexualmente com outra pessoa e, quando acontece, caso ela não tenha um orgasmo, pronto! O parceiro anterior é endeusado, porque é como se com ele, ela tivesse uma cumplicidade difícil de ser rompida, ou construída com outra pessoa.

Um dos motivos para esse bloqueio seria a ideia preconceituosa a respeito do sexo, introjetada desde a infância nas meninas, ou seja, existe uma carga culposa (por vezes inconsciente, já que ninguém pensa claramente assim) de que ela não pode gostar de sexo como os homens, logo, ter vários parceiros sexuais durante a vida é um completo absurdo, certo? Errado!

Segunda hipótese, espera-se socialmente que o orgasmo vaginal ocorra simultaneamente a ejaculação do homem. E a educação sexual, (mesmo quando existe), (se existe), (não existe vai), não diz nada a respeito, de forma que se pode supor, que é só haver a penetração, e tudo isto ocorrerá naturalmente e sem problema algum.

Só que não.

Talvez hoje você entenda porque o clitóris é importante.

Somente 15 a 20% das mulheres desenvolvem orgasmo vaginal sem maiores problemas. (Lembrando que não há nenhuma diferença em comparação a um orgasmo obtido pela estimulação do clitóris, a não ser a forma de obter o orgasmo certo?).

Ponto 01:  Se você, mulher, não sabe qual é o seu tipo de orgasmo (vaginal ou clitoriano), você precisa saber (te explicamos aqui).

Ponto 02:  Se a pessoa com a qual você esta se relacionando não souber também, a probabilidade de vocês terem sucesso é mínima.

Ponto 03Seu ex-namorado era muito bom, porque provavelmente conhecia você. (Em geral, são só os maridos e namorados que estão familiarizados com as práticas de estimulação do clitóris e, no final, é com quem elas realmente conseguiam uma experiência sexual orgástica).

Então, há um bom número de mulheres que simplesmente “fingem” sentir orgasmo vaginal. Primeiro porque acham que a culpa é delas, que elas são incompetentes e incapazes e, segundo, por conta do constrangimento de esclarecer a situação.

Provavelmente com seu ex-namorado ou ex-marido, existia, sim, uma maior cumplicidade que foi adquirida com o tempo, de forma que ambos sabiam o que cada uma gostava. Isso não quer dizer que você não possa construir esse tipo de relação novamente com outra pessoa.

O passo mais importante é se conhecer para poder sinalizar o que é melhor pra você e mais importante que isso, é deixar o constrangimento de lado e falar sobre as suas preferências para seu parceiro.

Diálogo é tudo, inclusive no sexo. Agora, se você esta se relacionando com alguém que você não consegue conversar abertamente, REPENSE.

O importante é não se acomodar e se apegar a ideia que nunca mais você vai encontrar alguém que te complete sexualmente novamente, isso é uma desculpa inconsciente para ajudar a negar a sua sexualidade, porque você se constrange com ela ou se sente culpada,  sem se quer dar conta disso.

Você merece ser feliz, inclusive no que tange as questões sexuais.

Boa sorte nessa jornada para ser a mulher dos seus sonhos.

 

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more