Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Há 4 anos queria passar o meu aniversário no Beto Carrero. Todas às vezes surgiram desculpas e impedimentos que me fizeram desistir. Este ano, peguei a minha mochila e fui sozinha para o Beto Carrero.

Após 5 vezes na big tower, na maior torre de queda livre da América Latina, com aquela vista maravilhosa de mais de 100 metros de altura das praias ao redor de Penha, parei para pensar que faziam 3 meses que não fazia nada pela primeira vez.

O frio da descida arrepio minha barriga, mas o que arrepiou a minha coluna foi saber que fazia tempo que não tomava nenhuma decisão por mim, e principalmente, não fazia algo novo. Eu sei, fazer algo novo dá medo. Mas não é emocionante descobrir algo pela primeira vez?

Lembra da primeira vez que você sentiu chuva enquanto buscava as roupas para a sua mãe no varal? Lembra de uma fruta que experimentou pela primeira vez em uma viagem na casa dos seus tios? Lembra da primeira vez que pegou um animal diferente no colo? Lembra da primeira vez que sentiu a areia amaciar seus pés e o gosto de água salgada do mar na sua boca? E faz quanto tempo que você não sente isto?

Quando foi a última vez que você provou ou fez algo novo?

Experimentar novos gostos e sentimentos faz com que a gente saia da nossa zona de conforto. Sair do conhecido traz desconforto, é claro, mas ao mesmo tempo traz um sentimento de “SIM, VOCÊ PODE”. Sim, você é capaz. Sim, você é foda.

Fazer algo novo é se permitir. Você tem se permitido?  Não vasculhe na sua mente ações grandiosas. Você não precisa pegar e ir para a Tailândia. Você não precisa pular de paraquedas. Você não precisa começar a viajar sozinha. Você não precisa mudar o radicalmente o seu visual. Não, só isso não é sinônimo do novo.

Fazer algo novo é muito mais do que isso. Pare de colocar metas que sejam inalcançáveis, pois você, na maioria das vezes, não vai conseguir realizar. Faça coisas novas que sejam algo que você sempre teve vontade de fazer, mas por algum motivo, não pode ou não conseguiu realizar.

É sobre…

  • É sobre comprar uma passagem aérea poucas horas antes do voo e ir só com a roupa que está.
  • É sobre ir ao cinema sozinho, depois de um dia cansativo de trabalho.
  • É sobre andar de bicicleta no domingo pelo parque.
  • É sobre ler aquele livro que está esquecido na sua estante.
  • É sobre fazer uma tatuagem que não condiz com o que seus pais pensam.
  • É sobre ir a um restaurante novo para você e por você.
  • É sobre ligar para um amigo de infância e dar risada de histórias antigas.
  • É sobre comer comidas diferentes e provas novos gostos.
  • É sobre ir ao mercado de pijama e pantufa porque acabou de acordar e esqueceu de comprar pasta de dente.
  • É sobre pedir desculpas quantas vezes for necessária. E ainda mais, se desculpar com aquele velho amigo por um erro de vinte anos atrás.
  • É sobre usar roupas que você nunca se imaginou usando pelo o que falariam.
  • É sobre ir para um bar e tomar algumas cervejas.
  • É sobre esquecer de estudar para aquela prova porque ficou assistindo um filme.
  • É sobre dormir sem roupa.
  • É sobre voltar para a academia, para a dança ou para o jiu jitsu.
  • É sobre pular de no mar.
  • É sobre nadar 3 da manhã em alto mar e olhar para as estrelas.
  • É sobre cortar ou deixar o cabelo crescer.
  • É sobre começar a fazer aquelas receitas que você sempre guarda.
  • É sobre adoçar a vida de outras pessoas, com um brigadeiro ou com palavras doces.
  • É sobre convidar o vizinho para comer pipoca.
  • É sobre comprar presentes sem nenhuma data especial.
  • É sobre passar um dia todo sem o celular.
  • É sobre começar a escrever um diário.
  • É sobre não trabalhar na sexta. É sobre trabalhar no domingo.
  • É sobre convidar aquela pessoa para viajar.
  • É sobre ir em lugares novos da sua cidade.
  • É sobre escrever todo dia um agradecimento.
  • É sobre sonhar, acreditar e fazer.
  • É sobre fazer hoje tudo aquilo que você sempre quis. 

Faça tudo isso! E muito mais…

Fazer tudo isso, fará com que você mude hábitos e saia do seu piloto automático. Alterar crenças limitantes e comportamentos é mais difícil do que você surfar. 

Lembre-se que você precisa tomar as decisões por você mesma. Não deve ser sua família, seu namorado, seu amigo ou vizinho que irá escolher o que você deve fazer. A sua vida depende de você. Você que deve acordar todos os dias, ter atitudes e decisões. Trace metas, mas principalmente, realize. Seja a protagonista da sua história. Ninguém pode crescer e evoluir por nós.

Imagens: Acervo pessoal

@ load more