Quais desses temas você mais curte? Vamos fazer uma seleção especial pra você!










O que você procura?

Ah, o Clitóris. Nunca, em toda a história do nosso mundo, houve uma curiosidade tão grande por esse órgão sexual que, aparentemente, é difícil de ser encontrado. Os homens não sabem se orientar por lá, as mulheres ficam na dúvida em como se tocar, e por aí vai. Olha: chegou o momento de acabar com isso daí. Bora saber mais sobre essa fonte de prazer (SOU BREGA MESMO, SE NÃO GOSTOU ME PROCESSA).

Clitóris: o que é, onde habita e do que se alimenta?

clitóris - 1

O que é, afinal, o clitóris?

 

Vamos lá: o clitóris é um órgão sexual feminino que tem como ÚNICO objetivo dar prazer à mulher. Como ele é, digamos assim, menos evidente que o pênis, e nossa sociedade machista também não ajuda, nosso querido Clit (apelido carinhoso que dei ao clitóris) passou um tempão da história meio escondidinho. Enquanto todo mundo sai desenhando pinto por aí, fazendo chaveirinho e chocolate dele nas despedidas de solteira, cadê o Clit?

Pois bem: saibam que ele é tão foderoso quanto uma piroca, viu? Por ter INÚMERAS terminações nervosas, ele é a parte mais sensível ao toque da vagina. E, assim como nossos coleguinhas fálicos, ele também cresce! Acontece que, quando a mulher é estimulada sexualmente, acontece muito mais do que a famigerada lubrificação. O clitóris passa por um processo de ereção que pode crescer seu tamanho em até 2 centímetros. E sim, ele também fica durinho.

clitoris-desenho-fonte

 

E outra: todo discreto por fora, mas não se engane. Ele é tipo um iceberg sexual. Por fora é esse “botãozinho que cresce até 2 centímetros”, mas por dentro tem MUITO mais. Ele é composto por 18 estruturas distintas, 8.000 fibras nervosas (mais do que qualquer outra parte do corpo humano) e interage com outras 15.000 fibras localizadas na região pélvica.

Seu tecido é o mesmo que forma o pênis, porém, há uma diferença COLOSSAL entre os dois. Mais do que o tamanho e evidência em si. Acontece que o pênis tem uma saída só, que comporta dois canais: o que sai o esperma, e o que sai o xixi. Mas o clitóris não, minhas caras! O Clit tá alí SÓ para dar prazer e ponto final!

Mas beleza: já sabemos o que ele é. Mas não adianta nada toda essa bagagem se não soubermos ONDE ELE FICA.

Onde habita

clitoris - 3

“Minha cara é o clitóris?” “Eu sou o clitóris?” “…”

 

 

Então bora pra aula de anatomia, cambada. Apresento a vocês o ‘mapa da mulher’

clitóris - 3

Bem didático o momento de agora. E um tanto quanto explícito. Pelo gif acima, identificamos as seguintes partes: nosso querido Clit que, na animação, é o primeiro a ser sinalizado. A seguir, encontramos a Uretra (Urethra), que é uma abertura bem pequenininha que fica a aproximadamente 2 cm da vagina, e é por ela que fazemos xixi. Depois temos o Canal Vaginal (Vaginal Opening), que é a nossa famosa “caverna”. Na verdade, ele é um tubo com aproximadamente 9 centímetros de profundidade. Ele tem pequenas glândulas em sua entrada que produzem a lubrificação necessária para a relação sexual ser tranquila.

Em seguida, encontramos os Pequenos Lábios (Labia Minora), que ficam entre os grandes lábios, e o canal vaginal. Seu papel é direcionar o xixi e a menstruação para um lugar só. E, por fim, temos os Grandes Lábios (Labia Majora), que são a camada mais externa de nosso órgão, e estão alí para protegê-lo de serezinhos desagradáveis como fungos e bactérias. Por isso que é interessante deixar crescer um tiquinho de pêlo pubiano por alí.

Manjando o Clit

Então beleza: se a gente fizesse uma prova de anatomia feminina, é bem capaz da gente tirar dez. O problema é que, mesmo assim, sabe-se lá se eu vou conseguir, de fato, encontrar o clitóris? Bem, chegou a hora de deixar a vergonha de lado, pegar um espelhinho, colocar no meio das pernas e tentar identificar cada uma dessas partes.

Tá vendo aquela bolinha bem protuberante na parte de cima da vagina, que aparece quando a moça afasta os dedos? Esse é o clitóris!

Então viva! Finalmente sabemos O QUE É o clitóris, e ONDE ELE HABITA. Contudo, é preciso saber DO QUE ele se alimenta, E COMO alimentá-lo direitinho. Tá, parei com as metáforas. Chegou a hora de saber como estimulá-lo, como se tocar, se masturbar, e como tocar a sua mina também. Então bora!

Do que se alimenta?

PRAZER, minhas caras e meus caros. PRAZER. Afinal, ele existe única e exclusivamente para isso. Mas não é tão fácil quanto parece. Com o pênis, temos a pressão, os movimentos de vai-e-vem e por aí vai. Mas como estimular uma bolinha tão sexy, porém pequenina, quanto essa? Bora que eu vou te ensinar:

1. Relaxe, sem pressa e sem pudores

Para aprender a se masturbar, é importante entender que, como tudo nessa vida, as coisas não acontecem lá muito rápido. Cada corpo é um, e cada mulher tem seu tempo também. Chegou a hora de arranjar um lugar bem confortável, abrir as pernas e se descobrir um pouco. Certifique-se de que a intimidade está inteiramente em suas mãos, e parta para o abraço. Se você conseguir ficar pelada, melhor ainda, que daí você entra em conexão com todas as partes de seu corpo, e suas zonas erógenas também.

Não precisa ir direto ao clitóris. A experiência tem que ser gostosa, e é nisso que você tem que se focar. Sobre sua posição, não tem fórmula pronta. Existem mulheres que se masturbam de bruço, sentadas, com a ajuda de objetos e etc. Por isso é preciso paciência. Descubra o jeito que fica mais confortável e prazeroso para você. Quando você começar a tocar a região da vagina, DE LEVE, vai sentir que tem alguma coisa muito boa acontecendo por alí. Deixe-se guiar pela sensação e, antes do que você imagina, vai conseguir encontrar o Clit e começar a alimentá-lo.

Uma boa dica também é passar lubrificante por toda a região da vulva, que aí seus dedos vão escorregar com mais facilidade, diminuindo atritos nem tão prazerosos.

2. O estímulo

Depois te ter explorado todo o seu corpo, chegou a hora de primeira tentativa. Tente usar a mão com a qual você escreve, e o dedo que você acredita ter mais habilidade. Se precisar de um espelho, gata, não tem problema. O importante é tocar o clitóris com esse dedo de forma suave. E aí, mais uma vez, não tem receita. Pode só passar a mão, acariciar, pressionar, não importa. O que importa é sentir prazer. O que funcionar para você, miga.

DIZ que, na primeira vez, as mulheres costumam gostar mais de toques sincronizados, que têm uma frequência mais ritmada.

3. E, enfim, além do toque

O que que rola, pessoal. Antes de ensinar pras pessoas como nós gostamos de receber prazer delas, é bem melhor a gente se conhecer BEM antes. E olha, NÃO se conhecer não é VERGONHA alguma. Afinal, por muito tempo fomos reprimidas pelo machismo, crescendo com a ideia de que masturbação feminina é errada. ó, tudo b-a-l-e-l-a. Bora fazer com que TODO MUNDO saiba direitinho como nosso clitóris funciona, e bora partir geral pro abraço!

Curiosidades sobre o clitóris:

1. Você sabe a origem da palavra “clitóris”?

Você pode não saber, mas a palavra clitóris deriva de um termo grego que significa “chave”. Coincidência ou não, ele com certeza é a chave do prazer para nós, mulheres, já que sua estimulação é o pontapé inicial para um bom orgasmo!

Outra questão interessante sobre esta pequena palavra do universo feminino é que ela é a mesma em diferentes partes do mundo. Na hora do sexo, portanto, seja onde você estiver, seu companheiro com certeza poderá entender quando você lhe pedir um toque mais especial!

2. Com o passar dos anos o clitóris melhora ou piora?

Uma dúvida bastante recorrente entre nós, mulheres é se ele cede com o passar do tempo, deixando o prazer diminuir. Isso é um grande equívoco! Ele não envelhece!

Com o passar dos anos e com a experiência, ele torna-se ainda melhor, estimulando-se mais e garantindo a plena satisfação na hora H. Além do mais, é sabido que o clitóris também cresce conforme a mulher amadurece.

Leia aqui sobre o documentário ‘Clitóris e o seu Prazer Negado’ e entenda mais sobre esse nosso detalhe feminino.

3. Orgasmo múltiplo: arte do clitóris?

Sim, com certeza! Lembra que o ele é a chave do prazer? Esta é a mais pura verdade!

A partir da excitação certa, ele pode levar você a inúmeros orgasmos seguidos. Aliás, não apenas um orgasmo múltiplo, e sim vários e vários. Apesar de não existir uma concordância sobre o assunto, um recente estudo apontou que nós podemos ter até 226 orgasmos sequenciados! Já pensou?

4. Tipo de clitóris

Assim como cada pessoa tem suas características pessoais e únicas, o clitóris também é assim.

Em algumas mulheres ele pode ser mais aparente, quando estimulado pode ficar maior e assim por diante. A dica é explorar e conhecer mais a fundo o seu, em específico, para saber como estimulá-lo melhor.

5. Tem como exercitar o clitóris?

Sim! O simples fato de fazer uma caminhada já ajuda o clitóris a se exercitar, portanto se você tem fugido de andar a pé está aqui um bom estímulo! 20 minutinhos por dia já bastam para melhorar a performance dele e garantir melhores orgasmos!

Além disso, acredita-se que este tipo de exercício melhore também a congestão genital em até 168%, sendo que tal efeito persiste por horas!

6. Apenas para o sexo

A última coisa que você deve saber sobre o clitóris é que sim, ele serve apenas para o sexo e para o prazer, sem ter nenhuma outra função! Associado ao cérebro, que emite alertas que estimulam o prazer, ele possibilita literalmente que vejamos estrelas!

Não tem mulher mais empoderada que aquela que sabe “apertar o tal do botãozinho bem”.

Imagem clitóris: Mulheres Empreendedoras

Imagens: Phazed

Área especial sobre Orgasmo Feminino

Sabia que a gente tem uma área especial sobre Orgasmo Feminino com muitas dicas, técnicas, fotos e vídeos?

Veja uma prévia do que espera por você

Você ainda poderá participar do nosso grupo fechado no Facebook e tirar dúvidas com uma Sex Coach, além de falar sobre o assunto com outras mulheres!
Vamos nessa? 😉

Acessar o especial Orgasmo Sozinha
@ load more